O bom desempenho da economia norte-americana no segundo trimestre e o avanço no preço de algumas matérias-primas garantem mais um dia de valorização na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Por volta das 14h40, o Ibovespa avançava 1,33%, para 56.257 pontos.

Em Wall Street, o pregão é marcado por valorização depois que o Departamento de Comércio revisou para cima o crescimento da economia norte-americana no segundo trimestre. No mesmo horário, o Dow Jones subia 1,65% e o Nasdaq ganhava 1,09%.

A continuidade do movimento de alta do petróleo já prenunciava uma abertura positiva para a Bovespa. Além disso, os dados divulgados nos EUA reforçaram o sinal de alta. Os investidores foram surpreendidos pelo resultado melhor do que o esperado do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre , cuja taxa anualizada foi revisada em alta para 3,3%. A estimativa dos analistas era de crescimento de 2,7% ante projeção preliminar de 1,9% - desempenho puxado pelo pacote de estímulo fiscal do governo. No primeiro trimestre, o PIB cresceu à taxa anualizada de 0,9%. 

Além disso, o Departamento de Trabalho informou que os pedidos de seguro-desemprego recuaram em 10 mil na semana passada.

Como a maior economia do mundo está mais fortalecida do que o imaginado, o alívio nas bolsas é geral. No horário citado acima, as bolsas européias subiam mais de 1%, após oscilarem entre altas e baixas no início da manhã. Os índices futuros das Bolsas de Nova York firmaram-se no terreno positivo, sinalizando um dia de ganhos em Wall Street.

Diante dos ventos mais favoráveis, os gestores de fundos devem aproveitar para tentar reduzir as perdas de final de melhor, melhorando o desempenho de sua carteiras.

Dólar

O dólar comercial inverteu o sinal de baixa apresentado na abertura dos negócios hoje e passou a ser negociado em alta em relação ao real, perto da casa dos R$ 1,63. Às 14h40 (de Brasília), o dólar comercial subia 0,43%, cotado a R$ 1,629 no mercado interbancário de câmbio, na taxa máxima do dia até o momento.

Na abertura, a moeda americana exibiu baixa de 0,12% a R$ 1,62.

Leia também:

(Com informações da Agência Estado e Valor Online)

Leia mais sobre Bovespa - dólar

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.