Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa sobe 5,82% em março e rompe os 70 mil pontos

SÃO PAULO - Depois de recuar 4,65% em janeiro e de subir 1,68% em fevereiro, o Ibovespa acumulou ganhos de 5,82% em março, maior variação positiva mensal desde novembro de 2009 (8,93%). O desempenho do índice resultou em valorização de 2,6% no primeiro trimestre do ano.

Valor Online |

SÃO PAULO - Depois de recuar 4,65% em janeiro e de subir 1,68% em fevereiro, o Ibovespa acumulou ganhos de 5,82% em março, maior variação positiva mensal desde novembro de 2009 (8,93%). O desempenho do índice resultou em valorização de 2,6% no primeiro trimestre do ano. Apenas no pregão desta quarta-feira, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que oscilou entre 69.573 pontos e 70.391 pontos, registrou alta de 0,59%, aos 70.371 pontos, na maior pontuação desde 13 de janeiro (70.385). O giro financeiro atingiu R$ 6,479 bilhões. O gestor de renda variável da Infinity Asset, George Sanders, assinala que os primeiros três meses de 2010 foram difíceis para o mercado, de muita volatilidade. "A perspectiva é boa para a Bolsa, mas estamos numa fase de poucas apostas, de volumes medianos, de pouco fluxo para bolsa. Estamos aguardando ainda uma definição melhor principalmente dos resultados corporativos, além dos dados americanos, de como vão se portar daqui para frente. Há também um receio com a Europa, em função dos problemas de financiamento que alguns países enfrentam", comentou. Pela manhã, o mercado acionário brasileiro foi pressionado negativamente por indicadores americanos referentes ao mercado de trabalho. A volatilidade, entretanto, prevaleceu sobre a jornada e o bom desempenho dos papéis da Petrobras conseguiu levar a Bolsa para o campo positivo pelo quarto dia seguido, apesar da baixa do mercado americano. Nesta quarta-feira, antecipando os dados oficiais, do Departamento de Trabalho dos EUA, que saem apenas na sexta-feira, a ADP, empresa que processa folhas de pagamentos, revelou que o setor privado eliminou 23 mil postos entre fevereiro e março, respeitando ajuste sazonal. O indicador frustrou a expectativa dos investidores, o que se refletiu no encerramento dos negócios. Em Wall Street, o índice Dow Jones registrou queda de 0,47%, aos 10.857 pontos, enquanto o Nasdaq teve perdas de 0,53%, para 2.398 pontos, e o S & P 500 recuou 0,33%, para 1.169 pontos. No trimestre, o Dow Jones subiu 4,11%, enquanto o Nasdaq avançou 5,7% e o S & P 500 ganhou 4,84%. No Brasil, a alta apresentada pelos preços do petróleo resultou em ganhos para as ações da Petrobras. Os papéis PN da estatal subiram 1,69%, a R$ 35,39, com giro de R$ 580,3 milhões. Apesar de terem avançado 2,25% em março, as ações da companhia acumulam baixa de 3,54% no ano. O diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, disse hoje que a empresa mantém os planos de fazer uma oferta primária de ações até julho. " Não mudamos nossos planos " , afirmou o executivo, que participou do seminário " Invest in Rio " , em Nova York, organizado pelo Valor e The Wall Street Journal. " Ainda há tempo para fazer a oferta de ações. " Nas últimas semanas, surgiram comentários de que a Petrobras teria que encontrar formas alternativas para bancar os seus projetos de investimentos ligados à descoberta de petróleo do pré-sal, como tomar empréstimos ou vender ativos no exterior. Segundo ele, a expectativa é de que o Senado aprove até o início de maio o projeto de capitalização da companhia. Se houver modificações na proposta, ela terá que voltar à Câmara, o que poderia demandar outros 10 dias. A capitalização, disse Barbassa, deverá estar concluída até fins de maio, permitindo que a oferta de ações seja estruturada logo em seguida. " Há tempo para concluir a oferta de ações até fins de julho, quando o mercado financeiro entra em recesso " , disse, referindo-se à queda do volume de negócios que normalmente ocorre nas férias de agosto no hemisfério norte. Também se beneficiaram dos preços mais elevados de petróleo as ações ON da OGX, que se apreciaram em 0,3%, a R$ 16,65. Pela manhã, a empresa informou que identificou a presença de hidrocarbonetos em uma seção do poço 1-OGX-8-RJS, no bloco BM-C-41, em águas rasas da parte sul da Bacia de Campos. Há instantes, as ações ON da empresa avançavam 0,60%, a R$ 16,70. Os papéis PNA da Vale, que ficaram estáveis, a R$ 49,55, registraram o maior volume negociado no dia, com R$ 781,5 milhões. Em março, os papéis se apreciaram em 11,47% e, no ano, já subiram 17,42%. As ações PN da TAM lideraram os ganhos do Ibovespa hoje, ao subirem 7,04%, a R$ 30,40. A companhia aérea obteve lucro líquido de R$ 143,9 milhões no quarto trimestre de 2009, invertendo a direção tomada um ano antes, quando perdeu R$ 1,229 bilhão. O resultado respeita o critério BR GAAP. Em 2009 completo, a empresa anotou lucro líquido de R$ 1,342 bilhão pelo padrão BR GAAP, contra prejuízo de R$ 1,509 bilhão em 2008. Além disso, os papéis PNB da Cesp avançaram 4,21%, a R$ 24,48, enquanto as ações ON da JBS subiram 3,24%, a R$ 7,95. Na direção oposta, os papéis ON da LLX caíram 3,01%, para R$ 8,37, enquanto as ações ON da CPFL cederam 2,85%, a R$ 35,36. Além disso, os papéis ON da Cosan desceram 2,56%, para R$ 21,68. Também em baixa, as ações PNB da Eletrobras perderam 2,26%, a R$ 31,86, enquanto as ON caíram 0,71% a R$ 26,2. A companhia fechou o quarto trimestre de 2009 com lucro líquido de R$ 1,7 bilhão, equivalente a R$ 1,51 por ação, 44% abaixo do resultado recorde do mesmo período do ano anterior, de R$ 3,0 bilhões, equivalente a R$ 2,68 por ação. Foi o melhor trimestre do ano para empresa, ajudado por uma receita líquida de R$ 7,8 bilhões, a segunda maior da história da companhia - ajustado pela inflação -, que só fica abaixo (20%) do também recorde histórico do quarto trimestre de 2008, de R$ 9,6 bilhões. No ano, o lucro líquido foi de R$ 170,5 milhões, equivalente a R$ 0,15 por ação, comparado a R$ 6,1 bilhões, equivalente a R$ 5,42 por ação, em 2008. Matéria publicada pelo Valor mostrou ainda que o conselho de administração da Eletrobras aprovou ontem a isonomia para distribuição de resultados referentes ao ano de 2009 entre os acionistas ordinaristas (com voto) e preferenciais (sem voto) da Eletrobras. Serão cerca de R$ 750 milhões distribuídos igualmente a título de juros sobre o capital próprio para todos os acionistas. No setor de telecomunicações, as ações PNA da Telemar Norte Leste caíram 1,45%, a R$ 50,11. Matéria publicada na edição de hoje do Valor mostrou que, após de anunciar as novas relações de troca das ações da Brasil Telecom (BrT) na semana passada, a Oi volta agora com uma versão revisada da sua emissão de R$ 2,25 bilhões em debêntures. Lançada em dezembro, a operação havia sido paralisada em fevereiro, logo depois de a operadora anunciar o aumento de algumas baixas no balanço da Brasil Telecom por conta de disputas judiciais. Desta vez, conforme a reportagem, a nova versão da oferta pública de debêntures, prevê mudanças nos prazos de vencimento e também na distribuição entre as duas séries do papel. O lote de debêntures com vencimento em dez anos caiu de R$ 500 milhões para R$ 200 milhões. O restante vencerá em quatro anos, um ano a menos do que a empresa previa na emissão original de dezembro. Mas a remuneração oferecida permanece a mesma. O pregão desta quarta-feira marcou o encerramento da temporada de balanços brasileira. (Beatriz Cutait | Valor)
Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG