SÃO PAULO - Com destaque para as empresas relacionadas às commodities, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue operando acima dos 39 mil pontos, maior patamar em mais de um mês. Por volta das 14h15, o Ibovespa apresentava valorização de 3,88%, aos 39.

441 pontos, e o giro financeiro somava R$ 2,13 bilhões.

O sentimento externo positivo também contribui para as compras. Em Wall Street, o Dow Jones registrava ganho de 1,19%, enquanto o Nasdaq subia 1,53%. Os investidores seguem na ponta comprada esperando a aprovação do plano de resgate às montadoras do país.

Um acordo preliminar para liberar US$ 15 bilhões ao setor já foi atingido entre os democratas e a Casa Branca. Em contrapartida, o governo terá participações nas empresas e um regulador terá poderes para suspender os empréstimos. Outra condição é que as montadoras promovam uma reestruturação até 31 de março, caso contrário, serão forçadas a pedir proteção sob a lei de falências.

No câmbio, a atuação do Banco Central no mercado à vista e os dados sobre o fluxo cambial na primeira semana de dezembro dão tendência de baixa ao preço da moeda norte-americana. Depois de subir a R$ 2,513 na máxima da manhã, o dólar comercial perdia 1,86%, negociado a R$ 2,425.

Segundo o BC, a entrada de dólares superou a saída de moeda em US$ 7 milhões durante a primeira semana de dezembro. O dado mostra uma forte reversão de tendência, tendo em vista que o fluxo cambial fechou novembro negativo em US$ 7,16 bilhões.

Dentro do Ibovespa os carros-chefe puxam os ganhos. Petrobras PN tinha valorização de 7,11%, a R$ 21,54, Vale PNA avançava 6,70%, valendo 25,31. Entre as siderúrgicas, Gerdau PN tinha alta de 4,01%, a R$ 16,58, enquanto a ação PNA da Usiminas aumentava 8,24%, para R$ 28,36.

Acompanhando as ações da Vale, Bradespar PN apresentava ganho de 7,58%, a R$ 19,58. Bom desempenho também Duratex PN, que subia 6,28%, para R$ 15,38. VCP PN e JBS ON avançavam mais de 5% cada.

O setor de telecom opera à parte da recuperação. Brasil Telecom SA PN perdia 3,02%, para R$ 16,35, e Telemar PN registrava queda de 3,17%, a R$ 35,39.

Com mais de R$ 68 milhões em volume, o papel ON a Positivo sobe forte pelo terceiro pregão seguido. Há pouco, o ativo avançava 28,88%, para R$ 11,60. A expectativa de venda da companhia já puxou uma alta de 90% entre segunda e terça-feira.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.