Tamanho do texto

SÃO PAULO - Com as principais ações em alta, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) passa por cima da instabilidade observada em Wall Street e continua operando com valorização. Por volta das 14h40, o Ibovespa subia 1,63%, para 60.964 pontos, com giro financeiro em R$ 3,89 bilhões, sendo que R$ 657 milhões são referentes ao vencimento de opções sobre ações.

Em Nova York, os índices oscilam próximos da estabilidade, depois que os resultados do Bank of America não se mostraram suficientes para manter o humor do investidor. Há pouco, Dow Jones perdia 0,05%, enquanto o Nasdaq avançava 0,05%.

O dólar continua perdendo valor ante o real e firma posição em patamar de preço não registrado desde janeiro de 1999. Há pouco, a moeda valia R$ 1,584 na venda, com baixa de 0,31%.

Dentro do índice, Vale PNA lidera o volume de negócios avançando 2,19%, para R$ 41,04. Petrobras PN subia 1,30%, para R$ 38,70. As siderúrgicas também operam com destaque. CSN ON ganhava 4,65%, para R$ 62,69, Gerdau PN tinha valorização de 3,89%, para R$ 34,45, e Usiminas PNA apontava alta de 2,09%, para R$ 72,47.

Na ponta oposta, Rossi Residencial perdia 4,47%, para R$ 10,89, e Net PN caía 3,02%, para R$ 19,87. O lucro trimestral da companhia recuou 10% no comparativo anual, para R$ 28 milhões. Em relatório, a Brascan Corretora destacou os resultados operacionais da Net, que seguem fortes com aumento na base de clientes em TV, voz e internet. A corretora está revisando seu modelo para a companhia, mas reafirma a recomendação outperform com preço-alvo em R$ 31,54. Para a Ativa Corretora o resultado é neutro, e mostra que Net mantém a trajetória de crescimento acelerado às custas de margens operacionais ligeiramente mais pressionadas. As estimativas para a companhia estão sob revisão.

Leia também:

Leia mais sobre Bovespa - dólar

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.