Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa segue commodities e cai; dólar sobe

SÃO PAULO - Os negócios na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) estão divididos entre a queda no preço das commodities e a forte valorização dos mercados norte-americanos. Com isso, o Ibovespa oscilou próximo da estabilidade durante grande parte da manhã. Por volta das 12h50, as vendas falavam mais alto e o indicador recuava 0,27%, aos 55.012 pontos, e giro financeiro em R$ 1,90 bilhão.

Valor Online |

 

Em Wall Street, a acentuada baixa no preço do petróleo chama os investidores para a ponta compradora. No mesmo horário, Dow Jones subia 1,67% e o Nasdaq avançava 1,07%.

O gestor de renda variável da Corretora Umuarama, Rafael Moyses, os bancos destacam-se neste pregão e seguravam uma queda mais acentuada do índice.

Para o gestor, o anúncio de abertura de capital da Visanet, encaminhado ontem na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), tem grande influência sobre as ações do Banco do Brasil (BB) e do Bradesco, principais acionistas da empresa de meios de pagamento responsável pelos cartões Visa. A oferta será secundária e o dinheiro obtido com a venda das ações vai direto para o caixa das instituições.

Por volta das 12h50, o papel PN do Bradesco subia 3,35%, para R$ 30,50, e o ativo ON do Banco do Brasil ganhava 1,98%, negociado a R$ 23,59. Ainda no setor, Itaú PN valorizava 2,72%, saindo a R$ 21,29, e as units do Unibanco avançavam 3,47%, a R$ 19,68.

A acentuada queda no preço do petróleo e dos metais também tem reflexo no índice, tirando valor dos carros-chefe da Bovespa. O papel PN da Petrobras caía 1,87%, a R$ 33,57, Vale PNA recuava 0,96%, para R$ 37,14, e CSN ON desvalorizava 2,63%, cotado a R$ 55,50.

A Bovespa virou uma bolsa de commodities. Ficamos sem perspectivas de melhora enquanto os preços não pararem de recuar , avalia.

Moyses notou, contudo, que alguns analistas já acreditam que as commodities estão sobrevendidas, ou seja, seu preço já caiu de mais, deixando de considerar a relação oferta/demanda. Se isso se confirmar, podemos ter uma recompra de papéis por aqui.

Ainda de acordo com o gestor, a bolsa poderá receber algum dinheiro de investidores estrangeiros. O principal atrativo é o preço das ações e os indicadores técnicos bastante deprimidos. Acredito que até o final do mês o fluxo volta a ficar positivo.

Segundo dados da própria Bovespa, em agosto até o dia 28, os não residentes acumulavam saldo negativo de R$ 2,167 bilhões nas negociações diretas. Apesar de negativa, a cifra é pelo menos três vezes menor do que os R$ 7,6 bilhões perdidos em julho.

Ainda dentro do Ibovespa, o setor de aviação ganha destaque seguindo a queda no preço do petróleo. O papel PN da TAM subia 5,26%, a R$ 34,00. Gol PN aumentava 4,20%, a R$ 15,62. Bom desempenho também para Embraer ON, com valorização de 3,59%, cotado a R$ 14,41.

As ações ON da Gafisa seguiam em alta, de 3,38%, a R$ 26,26. Ontem, a empresa fechou a compra de 60% da Tenda, empresa que tem foco no segmento de baixa renda. Já as ações ON da Tenda devolviam parte dos ganhos de mais de 20% verificados ontem - declinavam 8,26%, a R$ 4,22.

Dólar

No câmbio, a formação da taxa por aqui segue atrelada ao comportamento do dólar no mercado internacional, onde a divisa tem apreciação perante o euro e a libra. Por volta das 12h50, o dólar comercial era transacionado a R$ 1,661 na venda, com elevação de 0,91%. Tal patamar de preço não era registrado desde maio.

Leia mais sobre Bovespa - dólar

Leia tudo sobre: bovespadolar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG