As ações de bancos são as principais razões para a alta do índice Bovespa (Ibovespa) nesta quarta-feira, após um início de pregão em terreno negativo. Papéis de construção civil também contribuem para os ganhos até o momento e as blue chips Petrobras e Vale têm participação modesta no movimento de alta.

Por volta das 15h35, o índice marcava alta de 2,06%, para 41.772 pontos.

No Brasil, o principal dado de hoje, referente à produção industrial, jogou pressão sobre papéis ligados ao mercado interno, que já são penalizados pela revisão nas projeções para o PIB nacional em 2009. Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção industrial aumentou 1,8% em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, mas caiu 17% na comparação com fevereiro de 2008.

Ontem, o pregão foi de recuperação tanto no Brasil quanto em Nova Yorkt. O Ibovespa garantiu alta de 0,67%, encerrando aos 40.925 pontos. Com isso, o índice fechou o mês de março com valorização de 7,18%, melhor mês desde abril do ano passado. No primeiro trimestre a bolsa brasileira avançou 8,99%.

Na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse, na sigla em inglês), o Dow Jones subiu 1,16%, para 7.608 pontos. O S & P 500 ganhou 1,31%, a 797 pontos, e o Nasdaq Composite aumentou 1,78%, a 1.528 pontos.

Entre as bolsas asiáticas, Tóquio e Seul subiram 2,99% e 2,25%, respectivamente.

Dólar

O dólar perde valor ante o real nesta quarta-feira. Por volta das 15h35, a moeda americana era cotada a R$ 2,281, com recuo de 1,64%.

Leia mais sobre Bovespa - dólar

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.