Tamanho do texto

SÃO PAULO - Depois de um período de instabilidade, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) se firmou em território positivo. Por volta das 15h20, o Ibovespa registrava valorização de 1,33%, aos 39.021 pontos, com um giro financeiro de R$ 1,75 bilhão.

As compras por aqui espelham a movimentação no mercado norte-americano, onde os investidores se recuperam do susto com a queda no índice de confiança do consumidor. Há pouco, o Dow Jones ganhava 0,67%, enquanto o Nasdaq subia 0,85%.

Segundo o Conference Board, o índice de confiança do consumidor norte-americano recuou para 37,7 pontos em janeiro, contrariando a previsão de leve alta sobre os 38,6 pontos de dezembro. A leitura é a menor desde 1967.

Para o economista da Gradual Corretora, André Perfeito, a tomada de posições no mercado brasileiro segue o sinal externo e a expectativa com o pacote de estímulo nos Estados Unidos. Ainda nesta terça-feira, o presidente norte-americano Barack Obama deve discutir sua proposta com democratas e republicanos.

No front interno, o especialista também chama atenção para os dados sobre a concessão de crédito em dezembro. Foi registrado crescimento de 1,6% no comparativo mensal, que levou o estoque para 41,3% do Produto Interno Bruto (PIB) no último mês de 2008, contra 34,2% em 2007.

Dólar

Já no mercado de câmbio, a instabilidade é grande com o dólar enfrentando grande resistência à baixa no patamar de R$ 2,30. Por volta das 15h25, a moeda norte-americana era negociada a R$ 2,316, alta de 0,09%.

(Com niformações do Valor Online)

Leia mais sobre Bovespa - dólar

    Leia tudo sobre: bovespa