Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa reverte e cede 1,11%; dólar sobe 0,19%, a R$ 2,027

SÃO PAULO - Em um movimento pouco esperado, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) reverteu a trajetória de alta que era observada desde o começo dos negócios e passa a operar em território negativo. A reversão de tendência veio com a aprovação do plano de resgate ao setor financeiro pela Câmara dos Representantes (deputados) nos Estados Unidos.

Valor Online |

Por volta das 14h20, durante a votação, o Ibovespa subia mais 3%, mas o movimento comprador não se sustentou. Por volta das 14h45, o Ibovespa perdia 1,11%, aos 45.633 pontos, com giro financeiro em R$ 3,05 bilhões.

As compras também recuaram em Wall Street, mas os indicadores seguem em território positivo. Há pouco, o Dow Jones ganhava 0,13 % e o Nasdaq subia 0,18%.

Por 263 votos a favor e 171 contra, o plano de resgate foi aprovado, abrindo caminho para que o Tesouro norte-americano leve adiante o plano de saneamento dos bancos, que prevê, entre outras coisas, US$ 700 bilhões para a compra de ativos ilíquidos que estão no balanço de instituições financeiras.

No mercado de câmbio, as oscilações são bastante fortes, com o dólar voltando a ganhar ante o real. Há pouco, a divisa era negociada a R$ 2,027 na venda, apreciação de 0,19%.

Entre os ativos de maior peso na carteira, Petrobras PN caía 0,15%, para R$ 32,00; Vale PNA ganhava 0,34%, para a R$ 29,50; BM & FBovespa ON tinha queda de 4,88%, valendo a R$ 7,99; Bradesco PN desvalorizava 4,13%, a R$ 27,61; e Vale ON aumentava 1,04%, para R$ 32,89.

Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o Ibovespa com vencimento em outubro perdia 1,07%, somando 45.900 pontos.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG