SÃO PAULO - Acompanhando o mercado americano, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) devolve os ganhos do período da manhã e passa a registrar queda nesta segunda-feira. Por volta das 14 horas, o Ibovespa perdia 0,42%, aos 67.

314 pontos, com giro de R$ 2,30 bilhões. Na máxima o índice testou os 68.119 pontos.

Em Wall Street, os investidores não encontraram estímulos para seguirem comprando pelo quinto dia seguido. Há pouco, o Dow Jones perdia 0,15%, enquanto o Nasdaq recuava 0,22%.

Em pronunciamento, a presidente do Federal Reserve (Fed) de São Francisco, Janet Yellen, reiterou sua visão de fraca retomada econômica e também disse que não dá suporte a uma elevação na taxa básica de juros.

No câmbio, os compradores seguem pautando os negócios depois de que a moeda caiu abaixo de R$ 1,80 no começo do pregão. Há pouco, o dólar comercial registrava baixa de 0,33%, a R$ 1,811 na venda.

Dentro do Ibovespa, Vale PNA lidera as vendas, recuando 0,77%, a R$ 44,75, com mais de R$ 250 milhões em volume. Já Petrobras PN seguia atraindo compradores, registrando alta de 0,43%, a R$ 34,50.

Os bancos mudaram de direção e a ação PN do Itaú Unibanco devolvia 0,78%, a R$ 36,72. Bradesco PN caía 0,71%, a R$ 31,76.

Entre as siderúrgicas, Usiminas PNA registrava valorização de 0,32%, a R$ 49,66, mas CSN ON devolvia 0,77%, a R$ 58,71.

O destaque de alta está com o papel ON da Lojas Renner, que subia 2,14%, a R$ 37,65, Braskem PNA aumentava 1,83%, a R$ 13,29, e Cesp PNB ganhava 1,66%, a R$ 23,18.

Do lado vendedor, Eletrobrás PNB caía 2,74%, a R$ 29,05, TIM Part ON recuava 2,62%, a R$ 7,42, e Pão de Açúcar PNA devolvia 2,51%, a R$ 63,27.

Fora do índice, o destaque segue com o papel PN da Telebrás, que subia 12,90%, a R$ 2,79. O volume somava R$ 127 milhões, o terceiro maior do dia. Na sexta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a estatal será reativada para cuidar da internet banda larga no país.

(Eduardo Campos | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.