Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa reverte e apresenta baixa; dólar volta a subir

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) volta a operar em território negativo, com a baixa acentuada no preço das ações da Petrobras e das siderúrgicas ofuscando os ganhos registrados pela Vale e pelos bancos. Depois de subir mais de 1% durante a manhã, por volta das 13 horas, o Ibovespa recuava 0,67%, para 54.054 pontos. O giro financeiro estava em R$ 2,13 bilhões.

Valor Online |

 

Em Wall Street, os índices oscilam entre ganhos e perdas. Por volta das 13h, Dow Jones recuava 0,23% e o Nasdaq perdia 0,49%. O decréscimo no preço do petróleo e o aumento nas encomendas à indústria nos EUA não se mostram suficiente para segurar os investidores na ponta compradora.

No entanto, esses dois indicadores bastaram para dar novo fôlego ao dólar, que continua ganhando valor ante as principais moedas do mundo, incluindo o real. No horário citado acima, a divisa era negociada a R$ 1,673 na venda, acréscimo de 0,48%. Em cinco pregões, a moeda norte-americana já ganhou 3,14% ante o real.

Segundo o Banco Fator, o que movimentou o pregão pela manhã foi a notícia de que a Vale teria reajustado o preço do minério de ferro para a Ásia. Com isso, o papel da mineradora chegou a subir 4,77%, batendo R$ 38,65 na máxima. O ativo segue operando em território positivo, mas o ímpeto comprador é mais contido. Há pouco, a ação valia R$ 37,50, valorização de 1,65%.

Continua queda no preço do petróleo segura as ações da Petrobras em baixa. O ativo PN da estatal perdia 2,56%, para R$ 32,26. As siderúrgicas também perdem valor, com a ação ON da CSN caindo 2,79%, para R$ 52,20. Usiminas PN recuava 3,18%, para R$ 51,60.

Ainda de acordo com o Banco Fator, a provável abertura de capital da Visanet favorece o setor bancário, em especial as ações do Bradesco e do Banco do Brasil, principais acionistas da companhia que opera os cartões Visa. Há pouco, a ação ON do Banco do Brasil valorizava 1,11%, para R$ 23,60. Bradesco PN subia 0,52%, para R$ 30,45. Ainda no setor, Itaú PN ganhava 0,87%, para R$ 31,07.

Fora do Ibovespa, as ações da Tenda seguem perdendo valor de forma acentuada depois se um suspiro de alta na segunda-feira, quando a Gafisa fechou um negócio que lhe dará 60% do capital da companhia. Ontem o ativo perdeu 15%, e, há pouco, caía 13,07%, para R$ 3,39.

Os investidores também souberam hoje quanto os estrangeiros tiraram da Bovespa durante o mês de agosto. O saldo fechou o mês negativo em R$ 2,25 bilhões, o que eleva os saques acumulados no ano para R$ 16 bilhões. A saída registrada no mês passado, no entanto, foi mais de três vezes menor que a observada durante julho, quando os estrangeiros sacaram de R$ 7,6 bilhões na Bovespa, montante recorde.

Leia também:

 

Leia mais sobre  Bovespa - dólar  

Leia tudo sobre: bovespadolar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG