SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) resiste à tentativa de realização de lucros depois dos ganhos acumulados na semana passada. Revertendo as perdas da abertura, por volta das 11h30, o Ibovespa subia 0,31%, para 42.

887 pontos, com giro financeiro em R$ 243 milhões.

A sinalização proveniente do mercado futuro norte-americano é de baixa, onde os investidores estão inclinados às vendas enquanto esperam a confirmação do plano para o setor financeiro e a votação do pacote de estímulo econômico pelos senadores. Os dois eventos, que eram aguardados para hoje, foram postergados para amanhã.

De volta à Bovespa, a valorização nas ações da Petrobras e Vale segura o índice em território positivo. Há pouco, a ação PN da estatal ganhava 1,47%, a R$ 27,50, enquanto o ativo PNA da mineradora subia 0,83%, saindo a R$ 32,75.

Contribuindo para os ganhos, Usiminas PNA aumentava 1,21%, para R$ 32,40. Gerdau PN também subia 1,21%, a R$ 17,54.

Operando em território negativo, Itaú PN declinava 0,19%, para R$ 26,10, Já o papel PN de Bradesco PN mudou de direção e ganhava 0,53%, cotado a R$ 22,75.

Na ponta vendedora, Natura ON caía 2,52%, a R$ 20,86. Telemar ON cedia 2,45%, negociado a R$ 34,10, e Braskem PNA recuava 2,29%, a 5,96.

No câmbio, o dólar segue perdendo valor ante o real, sinalizando que os investidores estrangeiros continuam diminuindo suas apostas contra o real no mercado futuro. Há pouco, a moeda era transacionada a R$ 2,24 na venda, redução de 0,62%.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.