Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa reverte e aponta alta de 0,15%; Vale e bancos puxam as compras

SÃO PAULO - Apoiada nas ações da Vale e dos bancos, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) ensaia uma retomada nesta sexta-feira. Por volta das 16 horas, o Ibovespa ganhava 0,15%, para 39.

Valor Online |

950 pontos, com giro financeiro em R$ 2,0 bilhões.

Liderando a tentativa de alta, Vale PN subia 1,62%, para R$ 26,27, e Vale ON aumentava 3,38%, para R$ 30,22. Os bancos também ajudam, com Bradesco PN subindo 0,90%, para R$ 21,09, e Itaú PN ganhado 1,09%, a R$ 23,00.

Na ponta vendedora, Petrobras PN caía 0,29%, para R$ 23,57. Além do petróleo em baixa, o Morgan Stanley reduziu a recomendação do papel de "acima da média do mercado" para "média do mercado".

As siderúrgicas também perdem valor. CSN ON recuava 1,83%, para R$ 34,85, Gerdau PN caía 2,27%, a R$ 15,48, e Usiminas PN se desvalorizava 2,30%, para R$ 28,84.

A ação ON da TIM Participações disparava 34,65%, para R$ 7,15. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) determinou que a Telco, controladora da Telecom Itália SpA, deve fazer uma oferta pública de aquisição (OPA) pela TIM Participações. Pelo entendimento da CVM, a oferta é obrigatória, pois o controle da Telecom Itália mudou com a criação da holding Telco, que tem como investidores Telefonica, Intesa Sanpaolo SpA, Assicurazioni Generali SpA, e Mediobanca SpA. O papel PN da TIM ganhava 4,34%, para R$ 3,36.

Em Wall Street, o Dow Jones apontava queda de 1,25%, com os investidores reagindo aos resultados negativos da General Electric e Xerox. Em direção contrária, o índice composto Nasdaq subia 0,24%.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG