Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa registra alta de 1,54%; dólar recua 2,35%, a R$ 2,324

SÃO PAULO - Com novas garantias ao setor financeiro norte-americano, os investidores recobram o apetite por risco e continuam comprando ações na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Com cerca de meia hora de pregão, o Ibovespa apontava alta de 1,54%, aos 39.

Valor Online |

754 pontos, com giro financeiro em R$ 309 milhões.

Mais uma vez o governo norte-americano interveio e ajudou a melhorar a perspectiva para o setor financeiro, mas especificamente sobre o Citigroup e Bank of America que estavam sob crise de confiança e envoltos em rumores de nacionalização. As duas instituições receberam mais de US$ 400 bilhões em garantia para seus ativos, US$ 118 bilhões para o BofA e US$ 301 bilhões para o Citi.

Com a ajuda do governo, os prejuízos bilionários dos dois bancos perderam parte de seu impacto negativo. O BofA fechou o quarto trimestre do ano com prejuízo de US$ 1,8 bilhão, enquanto o Citi perdeu US$ 8,3 bilhões. Resultados piores do que o estimado
Os agentes também assimilam o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês), que registrou deflação de 0,7% em dezembro. O núcleo do indicador, que exclui alimentos e energia, ficou estável. Em 2008, o CPI subiu 0,1%, menor leitura em 54 anos. A agenda do dia ainda reserva a produção industrial de dezembro e o dado preliminar do sentimento do consumidor em janeiro.

De volta ao âmbito doméstico, com o apetite por risco subindo e o humor externo melhorando, os agente adotam uma postura menos defensiva no mercado de câmbio aproveitando para embolsar parte dos ganhos recentes. Há pouco, a divisa era negociada a R$ 2,324 na venda, queda de 2,35%. Cabe lembrar também que o dólar perde valor antes outras moedas, como o euro.

Dentro do Ibovespa, as compras são lideradas pelo papel PN da Petrobras, que subia 1,20%, para R$ 24,39. Bom desempenho também para Vale PNA, que ganhava 1,70%, a R$ 26,85.

Os bancos operam em alta, com a ação PN do Bradesco ganhando 1,89%, para R$ 22,06. Itaú PN subia 1,65%, negociada a R$ 25,21, e Banco do Brasil ON aumentava 2,26%, a R$ 15,34.

Entre as siderúrgicas, CSN ON apontava valorização de 2,30%, a R$ 35,45, Gerdau PN subia 2,26%, para R$ 17,18, e Usiminas PN ganhava 1,89%, para R$ 26,60.

Na ponta vendedora, Braskem PNA caía 2,01%, para R$ 5,83, Lojas Renner ON recuava 2,0%, a R$ 16,12, e Net PN perdia 1,35%, para R$ 14,59.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG