Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) garantiu fechamento em alta nesta terça-feira, encerrando assim o mês de março com valorização acumulada de 7,18%, o que faz deste mês o melhor desde abril do ano passado. Ao final do pregão, o Ibovespa marcava alta de 0,67%, aos 40.

925 pontos, com giro financeiro de R$ 4,17 bilhões. Com tal pontuação, o ganho acumulado no primeiro trimestre do ano está em 8,99%.

Entre os ativos de maior peso no Ibovespa, Petrobras PN caiu 0,79%, para R$ 28,55; Vale PNA avançou 0,33%, a R$ 26,75; BM & FBovespa ON diminuiu 1,95%, cotada a R$ 7,03; Bradesco PN valorizou 1,13%, a R$ 23,10; e Itaú Unibanco PN perdeu 0,69%, para R$ 25,65.

Já em Wall Street, o Dow Jones teve alta de 1,16%, para 7.608 pontos. O S & P 500 ganhou 1,31%, a 797 pontos, e o Nasdaq Composite aumentou 1,78%, a 1.528 pontos.

No mês, a valorização dos índices foi expressiva. O Dow Jones subiu 7,7%, enquanto S & P e Nasdaq tiveram acréscimo de 8,43% e 10,96%, respectivamente, melhores desempenhos mensais em cerca de sete anos.

Mas no trimestre, a figura é diferente, o Dow Jones perdeu 13,3%, e o S & P recuou 11,74% Já o Nasdaq fechou o período com desvalorização de 3,10%.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.