Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa recua 1,51% e dólar sai a R$ 2,272, alta de 0,35%

SÃO PAULO - Refletindo a instabilidade externa e a queda no preço das commodities, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue operando em território negativo. Por volta das 14h15, o Ibovespa apresentava queda de 1,51%, aos 41.

Valor Online |

043 pontos. O giro financeiro somava R$ 3,33 bilhões, inflado pelo vencimento de opções sobre ações.

Sem Nova York como referencial externo, devido a um feriado, o mercado europeu influi sobre a tomada de posições por aqui. Em Londres, o FTSE -100 caminha para fechamento em baixa de 1,3%, com os bancos liderando as perdas. Já em Frankfurt, o Xetra-DAX perdia 1,06%.

No câmbio, o dólar segue operando em alta ante o real, mas o dia também tem poucos negócios, dada a ausência do investidor estrangeiro. Há pouco, a moeda era negociada a R$ 2,272 na venda, alta de 0,35%. Em breve, o Banco Central apresenta o resultado do leilão de rolagem de swaps cambiais com vencimento em março.

De volta à Bovespa, o exercício de opções concentra os negócios nos papéis da Vale e Petrobras. Há pouco, o papel PNA da Vale caía 1,36%, a R$ 30,27, enquanto o ativo PN da Petrobras tinha desvalorização de 1,26%, a R$ 27,25.

Siderúrgicas e bancos também apontavam para baixo. Usiminas PNA recuava 1,37%, para R$ 28,70, com o terceiro maior volume do dia, e Itaú PN caía 2,70%, a R$ 24,81.

Apenas sete dos 66 papéis que compõem o índice apresentavam valorização. Redecard ON ganhava 0,72%, a R$ 27,70, e Aracruz PNB subia 0,54%, para R$ 1,84. Embraer ON, Eletrobrás PNB, VCP PN, Nossa Caixa ON e Brasil Telecom Part PN também oscilavam em território positivo.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG