Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa pode começar pregão de terça-feira em baixa

SÃO PAULO - A terça-feira deve começar de forma negativa na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), com os investidores aguardando o discurso de posse do presidente norte-americano Barack Obama. A indicação de baixa vem do mercado futuro, onde o Ibovespa com vencimento em fevereiro registrava queda de 0,51%, para 38.

Valor Online |

950 pontos.

Os índices futuros também operam em baixa em Wall Street, onde o entusiasmo com o novo presidente e seus possíveis comentários sobre a economia dão lugar à preocupação com o setor financeiro depois das notícias negativas provenientes do mercado europeu.

Na segunda-feira, quando Wall Street não operou em função de feriado, o Reino Unido anunciou um novo pacote de resgate ao setor e o Royal Bank of Scotland deu alerta de prejuízo trimestral de mais de US$ 40 bilhões.

A agenda do dia ainda reserva os resultados trimestrais da Johnson & Johnson e da IBM.

Por aqui, atenção para as ações da Aracruz. Os controladores da VCP fecharam a compra de 28,03% das ações ON companhia por R$ 2,71 bilhões. A VCP também estendeu a oferta a outro integrante do bloco de controle da Aracruz, a Arainvest, oferecendo as mesas condições de pagamento, por outros 28,03% das ações ON. O negócio também envolve o BNDESPar, migração da Aracruz para o Novo Mercado e transformação da companhia em subsidiária da VCP.

Contribuindo para o panorama negativo na Bovespa, o preço do petróleo cai forte no mercado internacional, com o barril de WTI valendo US$ 39.

Na Europa, o pregão é bastante instável com os índices oscilando entre perdas e ganhos. Em Londres, o FTSE-100 subia 0,07%, enquanto o Xetra-DAX, de Frankfurt, recuava 0,05%.

No mercado de câmbio, o dólar avança sobre as principais moedas e também ajusta preço contra o real depois de dois dias seguidos de perda. Há pouco, a divisa era negociada a R$ 2,361 na venda, alta de 1,24%.

Hoje, o Banco Central efetua mais um leilão visando a rolagem dos contratos de swap cambial que vencem em fevereiro. Na primeira operação, realizada ontem, a autoridade monetária colocou todo o lote de 51 mil contratos, movimentando US$ 2,51 bilhões.

Refletindo o sinal negativo vindo da Europa e a perda de valor de algumas commodities, a Bovespa abriu a semana em território negativo. O Ibovespa fechou a segunda-feira com perda de 1,3%, aos 38.828 pontos. O giro financeiro somou R$ 2,81 bilhões, sendo R$ 1,18 bilhão referente ao vencimento de opções sobre ações.

Na sexta-feira, o Dow Jones e o Nasdaq fecharam com alta de 0,84% e 1,16%, respectivamente, depois que o governo voltou a socorrer os bancos, mais especificamente Bank of America e Citigroup, com US$ 400 bilhões em garantia para ativos.

Na Ásia, a terça-feira encerrou de forma negativa. Tóquio puxou a fila recuando 2,31%. Seul caiu 2,07%. Na China, Hong Kong perdeu 2,85%, enquanto Xangai destoou e subiu 0,37%.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG