Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, inverteu novamente o sinal e voltou ao terreno negativo, empurrado pelas ações da Vale, que registram queda de mais de 2% - é válido lembrar que na semana passada esses papéis subiram, contribuindo para ganhos do índice.

Por volta das 15h50, o Ibovespa tinha queda de 0,35%, aos 42.605 pontos. 

Em Wall Street, o pregão é instável, mas com pouco efeito sobre as decisões de compra por aqui. Os investidores aguardam o projeto de resgate para os bancos e a votação do plano de estimulo econômico pelo senado. Os dois eventos estavam originalmente agendados para hoje, mas foram postergados para amanhã. Nesta segunda-feira, o Senado tenta encerrar as negociações em torno do plano de ajuda.

Ainda no campo político, integrantes da equipe do presidente Barack Obama disseram ontem que estudam incentivos para que o setor privado faça investimentos nos bancos. Também é esperado que o Departamento do Tesouro use de US$ 50 bilhões a US$ 100 bilhões do programa de resgate ao setor financeiro para dar suporte ao devedores hipotecários.

Na Europa, a segunda-feira não tem direção definida. Em Londres, o FTSE-100 ganhava 1,31%, enquanto, em Frankfurt, o Xetra-DAX caía 0,10%. Foco no resultado do Barclays - o banco apresentou queda de apenas 1% no lucro de 2008, que ficou em 4,38 bilhões (US$ 6,6 bilhões) de libras. Ganhos extraordinários compensaram mais de 8 bilhões de libras (US$ 11,8 bilhões) em baixas contábeis.


Câmbio

No câmbio, o dólar mantém o movimento de baixa ante o real pelo quinto pregão seguido. Segundo a NGO Corretora, a queda está relacionada ao contínuo desmanche de posições compradas (apostas contra o real) no mercado futuro.

Por volta das 14h40 a moeda norte-americana registra desvalorização de 0,67%, cotada a R$ 2,236.

(Com informações do Valor Online)