Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) tem um pregão instável nesta sexta-feira. Depois de operar nos terrenos positivo e negativo, por volta das 15h15 (de Brasília), o Ibovespa subia 0,08%, a 60.300 pontos. Na mínima, o indicador cedeu 1,08% e, na máxima, subiu 1,33%.

No mesmo horário, em Wall Street, o índice Dow Jones cedia 1,54% e o Nasdaq-100 recuava 1,53%. Nos Estados Unidos, os investidores estão preocupados com a saúde financeira das agências hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac e com os resultados corporativos referentes ao segundo trimestre deste ano que serão anunciados pelas empresas, com o início da temporada de balanços.

A queda decorre da forte alta no preço do petróleo, que voltou a ser negociado acima de US$ 146 o barril. O setor financeiro também preocupa. Reportagem do New York Times afirma que o governo estuda tomar o controle das financeiras hipotecárias Freddie Mac e Fannie Mae se os problemas de liquidez das companhias piorarem. Resultado disso, as ações das companhias caíram mais de 40% cada nos primeiros negócios.

Dólar

No câmbio, o dólar mantém o movimento de baixa ante o real, mesmo com a virada de humor na bolsa. Por volta das 15h20, a divisa valia R$ 1,604 na venda, baixa de 0,37%.

(*Com informações do Valor Online e Agência Estado)

Leia também:



Leia mais sobre Bovespa dólar

    Leia tudo sobre: bovespa