A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) começou o pregão desta quinta-feira em terreno negativo, virou para o positivo, mas já retornou ao negativo. Por volta das 13h25, registrava queda de 1,94%, aos 58.270 pontos.

A Bovespa pode registrar o terceiro dia de queda seguido. Esta quinta-feira será um dia de reação dos investidores à decisão do Comitê de Política de Monetária (Copom), que subiu a taxa básica de juros em 0,75 ponto, para 13% ao ano. Não existia consenso, mas a decisão não deixa de surpreender, pois a maioria das apostas se concentrava em elevação 0,5 ponto.

Na sessão de ontem, a queda acentuada nas ações da Petrobras acabou minando a tentativa de avanço do índice, que estava apoiada nos papéis de segunda linha. Ao final do pregão, o Ibovespa recuou 0,38%, para 59.420 pontos, com giro financeiro em R$ 6,16 bilhões.

Em Wall Street, o petróleo em baixa manteve o bom humor garantindo valorização de 0,26% para o Dow Jones. O Nasdaq ganhou 0,95%.

Dólar

O dólar abriu em queda e segue operando em terreno negativo nesta quinta-feira. Por volta das 13h30, a moeda americana era cotada a R$ 1,579, com queda de 0,38%

Leia também:

Leia mais sobre Bovespa - dólar

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.