A Bolsa de Valores de São Paulo vem operando em forte queda na manhã desta segunda-feira. Por volta das 12h, o Ibovespa registrava perdas de 1,89%, aos 54.794 pontos.

Apesar da queda no pregão de sexta-feira, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) garantiu alta de 2,96% na semana passada, marcando o melhor desempenho semanal desde a segunda semana de maio. Em agosto, a baixa acumulada ainda é de 6,14%. No ano, a bolsa perde 12,5%.

Agenda

A última semana de agosto reserva relevante agenda de indicadores externos, com destaque para a ata referente à última reunião do Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, e a segunda preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos. Por aqui, atenção para os indicadores de preços, entre eles o IGP-M de agosto e o IPC da Fipe.

Hoje já foram apresentados o Boletim Focus , o IPC-S  e os dados da Balança Comercial .

Nos EUA, a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis apresentou a venda de moradias usadas durante o mês de julho.

Na terça-feira, o foco está no cenário externo, com a divulgação da ata do Fed, a vendas de moradias novas e o índice de confiança do consumidor medido pelo Conference Board.

Para a quarta-feira, são aguardados aqui o IGP-M de agosto e o IPC da Fipe. Nos EUA, serão apresentados os pedidos por bens duráveis. A quinta-feira reserva o PIB norte-americano e a semana acaba com os dados sobre a renda e os gastos do consumidor.

Dólar

A moeda americana iniciou os negócios da manhã em queda, mas virou e passou a operar no positivo. Por volta das 12h05, o dólar era cotado a R$ 1,631, com alta de 0,12%.

Leia também:

Leia mais sobre Bovespa - dólar

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.