SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) oscila em território positivo neste começo de quinta-feira, com os investidores espelhando o bom humor externo. Por volta das 10h40, o Ibovespa aumentava 1,68%, para 42.

503 pontos, com giro financeiro em R$ 424 milhões.

Dia positivo também em Wall Street, onde Dow Jones registrava valorização de 0,73% enquanto S & P 500 e Nasdaq subiam 1,81% e 1,36%, respectivamente.

Os agentes receberam a leitura final do Produto Interno Produto (PIB) do quarto trimestre, que apontou contração de 6,3% na economia americana, a maior desde 1982, mas melhor que a queda estimada.

Também foram divulgados os pedidos por seguro-desemprego, que aumentaram em 8 mil na semana passada, para 652 mil. Já o número de americanos que continua recebendo o benefício marcou recorde em 5,56 milhões.

Os investidores aguardam agora a fala do secretário do Tesouro, Timothy Geithner. A expectativa é de que ele proponha regulação mais severa ao setor financeiro durante sua audiência com congressistas.

No câmbio, o dólar acompanha a melhora de humor nos mercados e recua contra o real, mas já se distancia das mínimas de R$ 2,22 registradas na abertura. Há pouco, a moeda era negociada a R$ 2,236 na venda, baixa de 0,57%.

Dentro o Ibovespa, os carros-chefe puxavam os ganhos. Vale PNA aumentava 1,91%, para R$ 28,21, e Petrobras PN subia 1,87%, para R$ 31,00.

As siderúrgicas repetem o movimento de ontem. Gerdau ganhava 3,84%, para R$ 13,25, e Usiminas PNA tinha acréscimo de 2,01%, a R$ 28,36. Entre os bancos, Itaú PN aumentava 1,62%, para R$ 26,30, e Bradesco PN subia 1,0%, a R$ 23,03.

Com o terceiro maior volume do dia, Redecard ON perdia 1,0%, para R$ 26,72, devolvendo parte da alta de mais de 7% registrada ontem.

Destaque de alta para Rossi Residencial ON, que subia 5,09%, para R$ 3,71. A incorporadora encerrou o 2008 com lucro líquido de R$ 119 milhões, montante 61,4% maior que o observado em 2007. Segundo a companhia, o resultado ficou dentro do planejado.

Já na ponta vendedora, B2W Varejo ON segue perdendo valor, recuando 1,94%, para R$ 22,67, a controladora Lojas Americanas PN caía 1,16%, a R$ 6,77.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.