Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa mantém alta; dólar sobe

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu os negócios desta terça-feira no terreno positivo, em oposição aos resultados negativos do pregão da segunda-feira, apoiada nos bons resultados apresentados pela Petrobras na segunda-feira.

Redação com agências |

 

Por volta das 13h10, o Ibovespa marcava alta de 0,76%, aos 55.136 pontos.

No mesmo horário, as ações ordinárias da Petrobras subiam 2,55%, para R$ 40,88, e as preferenciais tinham alta de 2,62%, para R$ 33,56.

Se o petróleo conseguir se sustentar em alta, aumenta a chance de uma recuperação para as ações de Petrobras, com os preços se ajustando aos números favoráveis do balanço financeiro divulgados na véspera. O resultado da estatal representa crescimento de 29% em relação ao mesmo período de 2007 e ultrapassa o lucro de R$ 8,141 bilhões registrado no quarto trimestre de 2005, recorde da petrolífera até então.

O bom desempenho da empresa se deve ao aumento dos preços dos combustíveis em maio e aumentos nos volumes de vendas de petróleo e derivados. Ainda no mesmo horário, as ações ordinárias (ON) e preferenciais (PN) da estatal petrolífera, subiam 1,63% e 1,65%, respectivamente.

Na segunda-feira, a Bovespa registrou perda de 3,29%, para 54.720 pontos. O giro somou R$ 4,89 bilhões.

Agenda

A terça-feira apresenta fraca agenda de indicadores, o que deixa o foco dos agentes voltados para mais uma rodada de balanços trimestrais e para o comportamento do dólar e das commodities.

Na agenda de indicadores, atenção para a variação do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (Fipe) na primeira quadrissemana de agosto. O dado coincidiu com o previsto, de inflação de 0,38%.

Nos Estados Unidos, o Departamento de Comércio apresenta o déficit da balança comercial em junho, que ficou em US$ 56,8 bilhões.

Ainda esta semana serão apresentados os preços de importação, as vendas no varejo e a produção industrial norte-americana. Atenção também para o Índice de Preços ao Consumidor (CPI) de julho.

Dólar

O dólar abriu em alta, seguindo a tendência dos últimos seis dias, chegou a ser cotado no terreno negativo, mas voltou a subir. Por volta das 13h15, a moeda americana era cotada a R$ 1,624, com alta de 0,50%.

Na segunda-feira, o dólar comercial fechou com valorização de 0,43%, a R$ 1,614 a compra e R$ 1,616 na venda.

(Com informações do Valor Online e Agência Estado)

Leia também:

 

Leia mais sobre Bovespa - dólar

Leia tudo sobre: bovespadolar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG