Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa ignora instabilidade externa e sobe 1,50%

SÃO PAULO - À parte da instabilidade externa, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue em território positivo. Com destaque para Petrobras, Vale, siderúrgicas e bancos, o Ibovespa ganhava 1,50%, para 41.

Valor Online |

108 pontos, por volta da 15 horas. O giro financeiro estava em R$ 1,8 bilhão.

Em Wall Street, os índices voltam a operar em baixa. Há pouco, Dow Jones caía 0,88% e Nasdaq perdia 0,34%. A notícia de possível subsídio aos devedores hipotecários teve seu efeito positivo restrito ao dia de ontem. Hoje, o foco volta para Washington - os congressistas estão prestes a fazer nova votação do projeto de US$ 789 bilhões em estímulo econômico.

O plano de resgate aos bancos anunciado na terça-feira pelo secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, ainda está atravessado na garganta dos investidores. A principal crítica é que a proposta não trouxe solução para o maior problema do setor, que é a precificação dos ativos podres que estão na carteira das instituições financeiras.

No mercado de câmbio, o dólar retoma trajetória de baixa ante o real depois de ensaiar valorização. Há pouco, a moeda valia R$ 2,281 na venda, queda de 0,30%.

Dentro do Ibovespa, os carros-chefe lideravam os ganhos. Petrobras PN aumentava 2,23%, a R$ 27,39, Vale PNA subia 0,93%, a R$ 30,08, e, com o terceiro maior volume, BM & FBovespa ON valorizava 3,60%, para R$ 6,69.

Os bancos e as siderúrgicas também recuperam valor. Itaú PN tinha alta de 1,63%, saindo a R$ 24,88, e CSN ON ganhava 3,14%, a R$ 36,72.

Vivo PN subia 4,49%, para R$ 36,47. Refletindo corte de despesas e maior captação de clientes, o lucro líquido no quarto trimestre ficou em R$ 215,5 milhões.

Na ponta vendedora, Cesp PNA caía 1,37%, para R$ 14,35, devolvendo parte dos ganhos recentes. Outros pares do setor também recuavam. Eletrobrás PNB declinava 1,01%, a R$ 24,41, e Transmissão Paulista PN cedia 1,13%, a R$ 42,50.

A BM & FBovespa informou que o horário de negociação do segmento BM & F e segmento Bovespa não sofrerá alteração na próxima segunda-feira, quando o horário de verão não está mais em vigência.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG