Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa fecha em queda de 6,45%; dólar sobe 2,41%

A sexta-feira terminou de forma negativa para a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que despencou 6,45%, para 31.251 pontos. Com esse resultado, o índice fecha a semana com perda de 12,68%, e já deve 16,12% no mês de novembro.

Redação com agências |


A queda é pouco surpreendente, pois em função do feriado de quinta-feira os preços por aqui estavam desalinhados em relação ao restante dos mercados.

No mercado norte-americano, o dia foi de grande volatilidade durante a tarde. As Boldas americanas ganharam força assim que a Bovespa fechou, devido a notícias de que o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, teria indicado o presidente do Federal Reserve de Nova York, Timothy Geithner, como secretário do Tesouro. Por volta das 18h45, o índice Dow Jones subia 5,13% e o Nasdaq 4,27%.

Entre os ativos de maior peso bo Ibovespa, Petrobras PN perdeu 8,70%, para R$ 16,89; Vale PNA recuou 7,77%, para a R$ 20,75; BM & FBovespa ON teve perda de 7,81%, para R$ 4,01; Bradesco PN desvalorizou 9,64%, a R$ 19,39; e Vale ON caiu 8,80%, para R$ 22,80.

Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o Ibovespa com vencimento em dezembro caiu 6,36%, para 31.650 pontos.

Os papéis do Banco do Brasil sofreram como o mercado em geral e, em particular, por conta da oferta pela Nossa Caixa. Na véspera, o BB anunciou a aquisição do banco paulista por R$ 5,39 bilhões em dinheiro, divididos em 18 prestações. A oferta é de R$ 70,63 por ação.

Segundo o gerente da Planner, o mercado vê como penalização o fato de o negócio ter sido fechado em dinheiro, e não em troca de ações. "E há também aqueles que acham R$ 70,63 um preço caro", disse mais cedo. As ações do BB caíram 14,3%, para R$ 11,41.

Na ponta contrária, Nossa Caixa foi um dos destaques de alta, ao subir 22,8%, para R$ 63. Com isso, a cotação se aproximou mais dos R$ 70,63 reais oferecidos aos minoritários do banco paulista.

A expectativa é de que a oferta a esses acionistas ocorra no primeiro semestre de 2009, se não houver atrasos na aprovação da operação pela Assembléia Legislativa de São Paulo.

Dólar

A moeda americana subiu pela quinta sessão consecutiva e fechou a sexta-feira no maior patamar em mais de três anos, acompanhando a deterioração do principal índice acionário do país. O dólar avançou 2,41%, cotado a R$ 2,461, maior fechamento desde 25 de julho de 2005. Na semana, a divisa acumulou valorização de 8,4%.

 

Leia tudo sobre: bovepsdolar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG