Tamanho do texto

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) superou a instabilidade do começo da sessão e garantiu o fechamento em território positivo, em alta de 0,52%, aos 49.798 pontos.


O Ibovespa oscilou entre a mínima de 47.641 pontos (-3,84%) e a máxima de 49.834 pontos (+0,59%). No acumulado do ano até hoje, o Ibovespa acumula perda de 22,05%.

A cautela imperou durante todo o pregão, com os agentes aguardando a votação do projeto de resgate do sistema financeiro dos EUA.

Entre os ativos de maior peso na carteira, Petrobras PN caiu 0,56%, para R$ 34,90; Vale PNA perdeu 0,03%, para a R$ 32,70; BM & FBovespa ON teve alta de 6,94%, para R$ 9,09; Bradesco PN se desvalorizou 0,12%, a R$ 30,90; e Vale ON cedeu 0,43%, para R$ 36,39.

Em Wall Street, o índice Dow Jones terminou em baixa de 0,18%, aos 10.831,07 pontos, o S&P 500 recuou 0,45%, aos 1.161,09 pontos, e o Nasdaq teve desvalorização de 1,07%, aos 2.069,40 pontos.

O cerne das atenções nesta quarta-feira foi a expectativa de que será votado novamente hoje um pacote no Congresso norte-americano. Depois da derrota inesperada na segunda-feira, o governo Bush continuou negociando com os congressistas e resolveu investir numa aprovação no Senado. Para isso, fez algumas modificações no texto rejeitado, entre elas a elevação do teto de garantia para depósitos em bancos e instituições de crédito (FDIC) pelo governo, de US$ 100 mil para US$ 250 mil para a maioria dos depositantes.

Na avaliação do presidente George W. Bush, o pacote de socorro ao setor financeiro que será votado hoje pelo Senado é melhor do que aquele que foi rejeitado na segunda-feira pela Câmara. "A lei é diferente, foi melhorada e eu tenho confiança de que será aprovada. O plano de socorro foi melhorado com a elevação temporária do teto para os seguros da FDIC", disse Bush, referindo-se à Corporação Federal de Seguro de Depósitos.

Com a recusa pela aprovação do pacote na Câmara na segunda-feira, as perdas do Dow Jones, superiores a US$ 1 trilhão, alarmaram os norte-americanos, que pressionaram os congressistas a aprovar o pacote. Mas a prudência é uma virtude e foi posta em prática nesta sessão. Ainda mais com um indicador ruim divulgado pela manhã nos Estados Unidos: o índice de gerentes de compra sobre a atividade industrial caiu em setembro para 43,5, a menor leitura desde outubro de 2001, quando economistas esperavam queda para 49,5 em setembro. Amanhã, assim, será um dia cheio, com o resultado da votação no Senado em mãos.

Hoje, as commodities fecharam em baixa - o petróleo para novembro caiu 2,10%, para US$ 98,53 o barril - e puxou as blue chips na Bovespa para baixo. Petrobras ON caiu 1,47%, PN, -0,57%, Vale ON, -0,44%, e PNA, -0,03%.

Dólar

O dólar reverteu as perdas da última terça-feira e fechou em alta nesta quarta-feira. A moeda americana encerrou o dia em alta de 1%, cotada a R$ 1,925.

(Com informações da Agência Estado e Valor Online)

Mais notícias

Para saber mais

Serviço 

Opinião

Leia mais sobre Bovespa - dólar

    Leia tudo sobre: bovespa