Bolsas européias fecham com valorizaçãohttp://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/12/02/wall_street_sobe_com_precos_baixos_de_acoes_e_planos_de_montadoras_3102330.html target=_top Wall Street sobe com preços baixos de ações e planos de montadoras" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa encerra terça-feira com valorização de 0,75%; dólar registra alta de 3,15%

SÃO PAULO - Após operar toda a terça-feira com alta acima de 1%, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) registrou uma redução dos seus ganhos durante o pregão, mas ainda fechou no positivo, com uma valorização de 0,75%, com o Ibovespa registrando 35.000 pontos . http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/12/02/bolsas_europeias_fecham_com_valorizacao_3102111.html target=_top Bolsas européias fecham com valorizaçãohttp://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/12/02/wall_street_sobe_com_precos_baixos_de_acoes_e_planos_de_montadoras_3102330.html target=_top Wall Street sobe com preços baixos de ações e planos de montadoras

Redação com agências |

Em Wall Street, o pregão também é de alta com o humor dos investidores restaurado pelas declarações do presidente da Ford, Alan Mulally, de que a companhia tem dinheiro suficiente para passar todo o ano de 2009 e talvez não precise de ajuda do governo. O Dow Jones ganha 0,73%, enquanto a Nasdaq tem valorização de 1,30%.

Segundo analistas, o resulta é reflexo da reunião de três grandes montadoras dos EUA com congressistas norte-americanos. Elas tentarão convencê-los a emprestar US$ 25 bilhões para evitar um colapso do setor.

A Ford foi a primeira, General Motors e Chrysler, que estão em situação mais complicada, apresentam seus planos ainda nesta terça. A montadora (Ford) pretende completar sua reestruturação sem precisar dos US$ 9 bilhões que pediu ao governo, mas aponta que tal injeção de recursos pode ser necessária caso a crise se agrave muito ou um de seus concorrentes venha a pedir concordata.

Na Bolsa brasileira, a recuperação de preços pode ser contida pela  Petrobras. Os preços do petróleo seguem muito enfraquecidos, embora tenham reduzido bastante a queda esta manhã seguindo a melhora das bolsas. Mas o barril continua sendo negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) abaixo de US$ 50.

Os preços caíram para níveis não vistos em três anos e meio hoje cedo, com preocupações de que a profunda desaceleração econômica terá um impacto sobre a demanda pior que o esperado.

Segundo especialistas, o mercado de ações brasileiro está sem uma tendência clara. Boa parte das notícias ruins já foram precificadas, mas os tempos ainda são de muita volatilidade. "Para ter uma recuperação de preços mais consistente, a volatilidade precisa diminuir e, por enquanto, ainda não vemos isso", diz o gestor de renda variável da Mercatto Investimentos, Roni Lacerda.

Dólar

Pelo quarto pregão consecutivo o dólar ganha valor ante o real e volta a se aproximar do patamar de R$ 2,40. O pregão foi bastante instável, com as perdas do período da manhã convertidas em forte valorização no decorrer do dia.

Segundo o diretor da NGO Corretora de Câmbio, Sidnei Moura Nehme, parte da valorização do dólar pode ser atribuída à saída líquida de recursos que ficou evidente pela forte movimentação no período da manhã. A remessa seria de uma montadora em volume beirando os US$ 130 milhões.

Porém outra parte da alta pode ser creditada ao movimento feito pelos detentores de posição comprada (apostas contra o real) na BM & F. Esses agentes estariam forçando o preço para cima esperando a atuação do Banco Central para prover a liquidez de que precisam. " O pessoal está forçando o preço. É uma reação dos comprados que estão reduzindo suas posições e precisam de liquidez " , avalia Nehme, lembrando que desde a semana passada os investidores estrangeiros vêm reduzindo suas apostas contra a moeda brasileira.

Banco Central

Sem realizar nenhuma intervenção nos dois primeiros dias desta semana, o Banco Central deve realizar um novo leilão de venda de dólares com compromisso de recompra. Também será feito uma operação combinada com o compromisso de repasse dos recursos em linhas de ACC (Adiantamento sobre Contratos de Câmbio) e ACE (Adiantamento sobre Cambiais Entregues).

(Com Valor Online)

Leia tudo sobre: bolas e mercados

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG