Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa e NY seguem em baixa após aprovação de plano de US$ 838 bi

SÃO PAULO - O humor dos investidores no Brasil e em Wall Street não mudou após a aprovação do plano de estímulo econômico dos EUA pelos senadores americanos. Por volta das 16h10, o Ibovespa perdia 1,48%, para 41.

Valor Online |

475 pontos, com giro financeiro em R$ 4,25 bilhões. Já na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE, na sigla em inglês), o Dow Jones marcava queda de 3,66%, enquanto o Nasdaq perdia 2,91%.

A aprovação do plano, que prevê mais de US$ 800 bilhões em renúncia fiscal e investimentos, perde importância para as medidas anunciadas pouco antes para tentar revitalizar o setor financeiro.

Muito do que foi falado pelo secretário do Tesouro, Timothy Geithner, já tinha sido antecipado pelo mercado, como o teste de estresse nas instituições financeiras e ajuda para os devedores de hipotecas.

O que pode ter decepcionado é que a criação do fundo baseado em uma parceria público-privada não foi detalhada. O projeto utilizará dinheiro público para alavancar o crédito privado. A expectativa é que ele gere uma capacidade de financiamento de até US$ 1 trilhão, mas deve começar com uma base de US$ 500 bilhões.

Outro ponto que ficou faltando e que era bastante esperado era a criação do " bad bank " , que concentraria os ativos podres das instituições financeiras. Em entrevista, Geithner disse que o governo não está preparado para montar tal programa.

De efetivo, fica a maior atuação do Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, que pode elevar a compra de ativos relacionados ao crédito hipotecário de US$ 200 bilhões para US$ 1 trilhão. Com esse tipo de medida, a expectativa é de que os bancos foquem empréstimos para consumidores e empresas.

De volta à Bovespa, entre os ativos de maior peso na carteira do índice, Petrobras PN caía 0,18%, para R$ 27,34; Vale PNA recuava 1,77%, a R$ 30,96; BM & FBovespa ON diminuía 2,63%, cotada a R$ 7,01; Bradesco PN desvalorizava 2,11%, a R$ 22,19; e Itaú PN perdia 3,22%, para R$ 24,92.

Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o Ibovespa com vencimento em fevereiro apontava baixa de 1,65%, aos 41.500 pontos.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG