Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa e Dow Jones seguem em baixa após fala de Obama

SÃO PAULO - As bolsas de valores no Brasil e em Wall Street seguem operando em território negativo após o discurso do novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Em evento para milhões de pessoas, Obama fez um discurso voltado para o orgulho do norte-americano atingido pela crise e apelou para que todos chacoalhem poeira e sigam em frente.

Valor Online |

Os comentários sobre a economia permearam o discurso, mas nada específico foi apresentado.

Por volta das 15h30, horas, o Ibovespa registrava perda 1,97%, aos 38.064 pontos, com giro financeiro em R$ 1,72 bilhão. Já em Nova York, Dow Jones e Nasdaq caíam 2,49%, e 3,53%, respectivamente.

Dentro do Ibovespa, Petrobras PN perdia 0,83%, para R$ 23,64, e Vale PNA caía 1,25%, a R$ 26,06. Entre os bancos, Itaú PN se desvalorizava 4,44%, para R$ 23,22, e Banco do Brasil ON cedia 2,63%, para R$ 14,06.

Com o terceiro maior volume, Aracruz PNB perdia 10,18%, a R$ 2,38. Já a ação ON da fabricante de celulose disparava 97,32%, negociada a R$ 11,05. A VCP fechou acordo com as famílias Lorentzen, Moreira Salles e Almeida Braga para comprar uma fatia de 28,03% das ações ON da companhia por R$ 2,71 bilhões. Além disso, a Aracruz disse ter fechado um acordo para pagar mais de US$ 2 bilhões devidos a nove bancos por perdas com derivativos cambiais. Já o ativo PN da VCP se desvalorizava 2,22%, custando R$ 15,80.

Na ponta compradora, destaque para Rossi ON, que ganhava 3,96%, a R$ 4,72, e Braskem PNA, que valia R$ 5,98, alta de 3,74%. Vivo PN aumentava 2,46%, para R$ 32,43.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG