Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa deve ter pregão de recuperação

SÃO PAULO - Depois de quatro dias de baixa e perda acumulada superior a 5%, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) deve verificar um pregão de recuperação nesta sexta-feira. A indicação é dada pelo Ibovespa futuro, que opera em alta na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F).

Valor Online |

Há pouco, o contrato com vencimento em fevereiro subia 2,46%, para 41.600 pontos.

Dia positivo também se desenha em Wall Street. O humor dos investidores ganhou fôlego no fim da tarde de ontem, depois que surgiram notícias indicando que o governo trabalha em um plano para dar subsídio aos mutuários de hipotecas.

A notícia conteve o desapontamento dos agentes com o novo plano de ajuda aos bancos, anunciado na terça-feira pelo secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner. A principal crítica é que o projeto não trouxe solução para o principal problema para o setor, que é a precificação dos ativos podres que estão na carteira das instituições financeiras.

A agenda do dia também reserva a prévia do índice de confiança do consumidor americano em fevereiro e atenção também em Washington, onde os congressistas podem colocar o projeto de US$ 789 bilhões em votação final.

A possibilidade de ajuda a devedores do setor imobiliário dos EUA também ecoa na Europa. Mesmo com notícias negativas, os índices operam em alta. Há pouco, FTSE -100, da Bolsa de Londres, registrava valorização de 0,91%. O Xetra-DAX, de Frankfurt, subia 1,22%.

No front econômico, a economia alemã encolheu 2,1% no quarto trimestre do ano passado, pior resultado entre as economias da Europa e maior contração desde 1987. Na zona do euro, o Produto Interno Bruto (PIB) caiu 1,5% no trimestre.

Refletindo a melhora no apetite por risco, o ouro perde valor pela primeira vez em três dias e o dólar cai ante o euro. Por aqui, a moeda americana também perde valor. Há pouco, o dólar caía 0,61%, a R$ 2,274 na venda.

O Banco Central (BC) continuará rolando os contratos de swaps com vencimento em março. Serão ofertados hoje 51,8 mil contratos em três vencimentos diferentes. Na operação de ontem, 99% do lote de 51 mil contratos foi rolado, movimentando US$ 2,44 bilhões.

Na sessão de ontem, os investidores continuaram vendendo ações de empresas de commodities, o que resultou em baixa de 0,84% para o Ibovespa, que fechou aos 40.500 pontos. O giro financeiro foi de R$ 3,66 bilhões.

Em Wall Street, a possível ajuda aos mutuários de hipotecas praticamente zerou as perdas do Dow Jones, que, depois de cair mais de 2%, fechou com leve baixa de 0,09%. Já o Nasdaq reverteu e apontou alta de 0,73%.

Refletindo a melhora de sentimento dos investidores norte-americanos, as bolsas asiáticas encerraram a sexta-feira com valorização.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG