Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa deve ter abertura de pregão em alta

SÃO PAULO - A semana deve começar de forma positiva na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Tal indicação é dada pelo mercado futuro, onde o Ibovespa com vencimento em dezembro - contrato que expira na quarta-feira - apontava alta de 0,81%, para 39.

Valor Online |

520 pontos.

Em Wall Street, os índices futuros operam sem tendência definida. Os investidores aguardam uma ação definitiva da Casa Branca para salvar as montadoras enquanto avaliam as perdas causadas por uma fraude elaborada pelo ex-presidente da Nasdaq Bernard Madoff.

O esquema de Madoff consistia em uma pirâmide financeira, que envolvia grandes rentabilidades para os investidores iniciantes, pagas com o dinheiro dos investidores mais antigos.

O Banco Santander disse que seus clientes têm uma exposição de aproximadamente US$ 3,1 bilhões à empresa de Madoff, que administrava recursos de fundos de hedge, de bancos e de pessoas de alta renda. O japonês Nomura também tem US$ 302 milhões relacionados com a empresa e o Royal Bank of Scotland (RBS) avisou que pode perder até US$ 600 milhões em função da fraude.

Na Europa, os índices apontam para cima com as empresas relacionadas às matérias-primas puxando os ganhos.

Na agenda do dia, os investidores aguardam dados de atividade regional dos EUA e o resultado da produção industrial em novembro. O foco está voltado, porém, para a decisão de juros do Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, que amanhã apresenta as taxas de juros no país. A expectativa é de novo corte de 0,5 ponto percentual na taxa, para 0,5% ao ano.

No mercado de commodities, a atenção recai sobre o preço do petróleo em função da reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que acontece esta semana. A estimativa é de nova redução nas metas de produção.

Por aqui, o pregão pode experimentar maior instabilidade em função do vencimento de opções sobre ações. Os investidores também se preparam para o exercício do Ibovespa futuro, na quarta-feira.

Na sexta-feira, a sessão começou de forma bastante negativa depois que os senadores norte-americanos derrubaram o projeto de US$ 14 bilhões para salvar as montadoras do país. Houve uma mudança de direção depois que surgiu a possibilidade de socorro pelo governo dos EUA.

Por aqui, compras do fim do dia puxaram uma alta de 2,22% para o Ibovespa, que fechou na máxima do dia aos 39.373 pontos. O giro financeiro ficou em R$ 4,51 bilhões. Já em Wall Street, o Dow Jones ganhou 0,75% e o Nasdaq subiu 2,18%.

Na Ásia, a semana começou com avanços na maioria das bolsas da região.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG