Tamanho do texto

SÃO PAULO - O fraco desempenho do mercado acionário na jornada desta sexta-feira, por conta da acusação de fraude financeira do Goldman Sachs, deve levar o Ibovespa a registrar queda superior a 2% na semana. Embora o índice tenha reduzido as perdas, por volta das 15h50, a desvalorização no dia chegava a 1,30%, aos 69.610 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 5,939 bilhões.

SÃO PAULO - O fraco desempenho do mercado acionário na jornada desta sexta-feira, por conta da acusação de fraude financeira do Goldman Sachs, deve levar o Ibovespa a registrar queda superior a 2% na semana. Embora o índice tenha reduzido as perdas, por volta das 15h50, a desvalorização no dia chegava a 1,30%, aos 69.610 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 5,939 bilhões. Com esta pontuação, o Ibovespa registraria baixa de 2,53% nos últimos cinco dias e de 1,08% no acumulado do mês. Nos Estados Unidos, o abalo provocado pelo envolvimento do Goldman Sachs no escândalo não foi amenizado. Depois de seis valorizações seguidas, que levaram o mercado a retomar a pontuação de 18 meses atrás, o Dow Jones operava em baixa de 0,90%, enquanto o S & P 500 caía 1,36% e o Nasdaq recuava 1,18%. Embora a fraude do banco tenha ofuscado outras notícias do dia, também contribui para a queda das bolsas o dado ruim de sentimento do americano. A Universidade de Michigan mostrou, em sua leitura preliminar do índice de preços ao consumidor, uma queda de 73,6, em março, para 69,5 em abril. No Brasil, a maior parte das ações do Ibovespa opera no vermelho, com destaque para as aéreas. Há pouco, TAM PN recuava 3,30%, a R$ 32,20, e Gol PN cedia 2,94%, a R$ 23,08. A forte queda das commodities ainda reflete no desempenho dos papéis de maior peso sobre o índice. Há instantes, as ações PN da Petrobras caíam 1,36%, a R$ 33,14, com giro de R$ 1,281 bilhão, enquanto Vale PNA cedia 0,70%, a R$ 50,84, com volume movimentado de R$ 1,121 bilhão. Os papéis ON da CSN ainda perdiam 2,36%, a R$ 34,27, e Gerdau PN caía 1,51%, a R$ 29,98. Já no sentido contrário, entre as exceções desta sexta-feira, estão ações ligadas ao setor de energia, com os agentes reagindo às notícias envolvendo o leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte. O presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, Jirair Aram Meguerian, cassou a liminar que suspendia o leilão e imediatamente a Aneel retomou o processo. Há instantes, as ações PNB da Eletropaulo subiam 1,17%, a R$ 38,79, enquanto Eletrobras PNB avançava 0,68%, para R$ 30,81, e CTEEP PN, com valorização de 0,42%, a R$ 46,90. (Beatriz Cutait | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.