Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa cai 2,86% com cautela global

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou o pregão desta segunda-feira em queda, seguindo a cautela mundial dos investidores frente à proposta do governo dos EUA de um plano de ajuda de US$ 700 bilhões aos mercados. Com a influência externa, o Ibovespa fechou o pregão em queda de 2,86%, aos 51.540 pontos.

Redação com agências |

 

Acordo Ortográfico

O temor de que os parlamentares americanos possam dificultar a aprovação ou colocar medidas que encareçam a ajuda, por exemplo, levou muitos investidores a vender ativos e se refugiar em outros menos arriscados.

As dúvidas do mercado sobre a eficácia do plano de reativação econômica do governo americano também levaram as bolsas norte-americanas a terem perdas neste pregão. O Dow Jones teve perdas de 3,28%, e o Nasdaq caiu 4,17%.

Em linhas gerais, o governo dos EUA encaminhou ao Congresso um plano em que pede autorização para que o Tesouro americano possa recomprar hipotecas e dívidas podres até US$ 700 bilhões ao longo dos próximos dois anos. O documento ainda prevê o aumento do limite de endividamento do setor público de US$ 10,6 trilhões para US$ 11,3 trilhões. Mas o pacote pode ter dificuldades de passar no Congresso, onde os democratas querem acrescentar algumas cláusulas, como limites às compensações para os executivos e a permissão para que o governo tome ações de qualquer instituição financeira que aderir ao programa.

Os líderes democratas no Congresso norte-americano deixaram claro que não vão assinar um "cheque em branco" para o governo gastar os US$ 700 bilhões.

"Seria algo sem precedentes dar US$ 700 bilhões para, virtualmente, um indivíduo sem nenhum tipo de supervisão, transparência e prestação de contas", declarou o democrata Christopher Dodd, presidente do Comitê de Bancos do Senado, em uma entrevista à rede de TV "CBS".

Dólar

O desmanche de apostas contra o real depois que o Banco Central (BC) resolveu atuar injetando dólares no mercado na sexta-feira mantém o dólar em queda ante o real. A moeda americana fechou a segunda-feira cotada a R$ 1,793, com queda de 2,02%, seguindo uma queda de 5,12% na sexta-feira.

O dólar também perdeu valor ante o euro e o iene, movimento natural já que o governo norte-americano pretende colocar uma grande quantia em circulação no mercado. O excesso de oferta tira a atratividade da moeda norte-americana e os investidores voltam a investir em commodities, como o petróleo e ouro.

Apesar da queda acumulada de 6,72% nas duas últimas sessões, a divisa ainda acumula alta de quase 10% em setembro.

(Com informações do Valor Online, Agência Estado, Reuters e Efe)

Serviço 

 

Mais notícias

 

Para saber mais

 

Opinião

Leia mais sobre Bovespa - dólar

Leia tudo sobre: bovespadolar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG