Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa cai 1,69%; TIM dispara com decisão da CVM

Mais uma vez, o mau humor externo contamina os negócios na Bolsa de Valores de São Paulo e o Ibovespa, principal índice, opera em queda desde a abertura dos negócios regulares, pressionado por praticamente todos os papéis que compõem a carteira. Construtoras e siderúrgicas seguem se revezando entre as maiores baixas do índice, enquanto as ações de TIM Participações são exceções no mercado de hoje, com alta significativa, diante da notícia de que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) decidiu que a Telco, controladora da Telecom Italia, tem o dever de realizar uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) para os acionistas minoritários da operadora de telefonia móvel.

Agência Estado |

Às 13h19, o Ibovespa perdia 1,69%, aos 37.252 pontos, e, nas mesas de operação, o sentimento é o de que o índice firmou-se em trajetória de queda. "As sessões têm mostrado bastante volatilidade, mas não há notícias que possam inverter, no curto prazo, essa trajetória de baixa", comentou um operador.

Reagindo à notícia da possível OPA - vale lembrar que cabe recurso da decisão da CVM -, TIM Participações ON disparava 29,38%, para R$ 6,87. De acordo com analista que acompanha o setor de telecomunicações, considerando-se o preço de 4,1 bilhões de euros pagos pela Telco por 24,5% da Telecom Italia, a fatia de 19,9% da Telco no capital ordinário da TIM Participações e a cotação do euro ontem, o valor pago por ON de TIM Participações teria sido de R$ 15,50. Sobre esse valor, aplicado o tag along (extensão do prêmio de controle aos acionistas minoritários) de 80%, o valor do papel na OPA, em conta aproximada, seria de R$ 12,50, estima a fonte. As ações PN de TIM Participações também reagiam em alta à notícia, com +3,73%.

Na ponta oposta do Ibovespa, construtoras predominavam entre as maiores baixas, diante da expectativa de fracos resultados no quarto trimestre e piora das condições operacionais nos três primeiros meses deste ano. Rossi Residencial ON perdia 4,83%, Gafisa ON recuava 3,96% e Cyrela ON caía 4,10%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG