Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa avança mais de 1% e dólar registra instabilidade

SÃO PAULO - Os mercados domésticos registram hoje mais um dia de baixa liquidez e poucos negócios. Isso explica a forte volatilidade no câmbio e a falta de tendência no segmento de juro futuro.

Valor Online |

Na bolsa paulista, a trajetória é de alta. O movimento é explicado pela defasagem em relação ao mercado americano e pelo preços atraentes de algumas ações, que acabam gerando compras, ainda que modestas, nesta jornada.

Instantes atrás, o Ibovespa subia 1,31%, aos 36.949 pontos, com giro financeiro de R$ 338 milhões. O índice opera em alta desde abertura e alcançou 37.135 pontos na máxima observada até agora. O movimento acompanha a tendência no mercado de Nova York.

No segmento cambial, o dólar já inverteu a direção várias vezes nesta manhã e registrava minutos atrás estabilidade, com alta de apenas 0,03%, negociado a R$ 2,374 para a compra e R$ 2,376 para a venda.

Entre a máxima e a mínima registrada até o momento, a divisa já foi negociada a R$ 2,381 e R$ 2,356, respectivamente. O giro interbancário equivale a cerca de 10% do volume considerado normal para o período e registrava cerca de R$ 300 milhões.

João Medeiros, diretor de câmbio da Pioneer, diz que a maioria das empresas está em férias coletivas, o que diminui drasticamente o volume financeiro movimentado. "Ninguém está trabalhando e que dá peso ao mercado está fora de operação hoje", comenta, referindo-se aos grandes bancos também.

Na bolsa paulista, o volume é discreto, mas a trajetória de alta é mais firme. A referência principal vem da praça americana, mas Luiz Gustavo Medina, sócio da M2 Investimentos, acredita que há um empenho dos agentes de evitar que o Ibovespa feche dezembro no vermelho. "Seria o sétimo mês consecutivo de queda", nota.

Com cinco dias consecutivos de baixas, Medina acredita que os investidores que sobraram no mercado hoje acabam interessados em alguns papéis muito baratos e de peso, como os da Petrobras. Vale mencionar que as bolsas de Nova York operaram na quarta-feira e terminaram a jornada com ganhos enquanto a Bovespa ficou fechada.

Notícias consideradas positivas para o setor de mineração e siderurgia favorecem papéis robustos do índice como os da Vale. A mineradora anunciou compra de ativos em carvão na última quarta-feira, favorecendo seus papéis. Além disso, Medina lembra que há rumores de que a gigante siderúrgica Baosteel, na China, teria conseguido repassar alta de custos para o preço do aço junto a clientes.

Instantes atrás, as ações PNA da Vale subiam 2,32% (R$ 23,74). Usiminas PNA aumentava 0,79% (R$ 25,38); CSN ON ganha 2,81% (R$ 28,16); Petrobras PN tinha elevação de 2,72% (R$ 22,61) e BM & FBovespa registrava ganho de 4,49% (R$ 5,82).

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG