SÃO PAULO - Em linha com os pares internacionais, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) começa a quinta-feira apontando para cima. Por volta das 11h30, o Ibovespa ganhava 1,70%, para 38.

881 pontos, com giro financeiro em R$ 263 milhões.

Em Wall Street, balanços negativos e dados econômicos pouco animadores não fazem preço hoje. Há pouco, o Dow Jones subia 0,97%, enquanto o Nasdaq ganhava 0,73%.

Pelo lado da atividade, os pedidos por bens duráveis caíram 5,2% em janeiro, superando a retração estimada de 3%. Também foi divulgado que os pedidos por seguro-desemprego aumentaram em 36 mil na semana passada.

Antes disso, os agentes já tinham recebido o resultado trimestral da General Motors (GM), que perdeu US$ 9,6 bilhões nos três últimos meses de 2008. No setor financeiro, os agentes aguardam notícias da reunião anual de acionistas do JP Morgan. O UBS trocou seu comando - sai Marcel Rohner e entra o Oswald Gruebel, ex-Credit Suisse.

No câmbio, o dólar aprofunda o movimento de baixa ante o real, refletindo a menor aversão ao risco. Há pouco, o dólar comercial perdia 1,01%, a R$ 2,351.

Entre 11h30 e 12h, o BC realiza leilão de linha, no qual oferta dólares com compromisso de recompra.

De volta à Bovespa, Vale PNA recuperava parte das perdas acentuadas de ontem, avançando 1,54%, a R$ 26,92. Petrobras PN dá sequência aos ganhos, com elevação de 1,71%, a R$ 26,70.

Os bancos também apresentavam valorização. Bradesco PN aumentava 1,19%, a R$ 21,25, Itaú PN tinha acréscimo de 1,95%, a R$ 22,99, e Unibanco unit avançava 2,17%, para R$ 13,15.

Entre as siderúrgicas, Gerdau PN subia 1,29%, a R$ 13,17, e Usiminas PNA ganhava 0,83%, a R$ 26,43.

Puxando as perdas, Redecard ON cedia 6,54%, para R$ 23,98, com o terceiro maior volume do dia. Ontem, a companhia entrou com registro de oferta secundaria na qual o Citigroup venderá ações que detém na companhia. Atualmente o Citi responde por 17% da empresa de meios de pagamento.

Destaque de alta para TIM Part ON, de 5,62%, a R$ 7,13. Eletropaulo PNB avançava 4,36%, a R$ 29,15. Ontem, a empresa anunciou que ganhou decisão judicial que obriga a união a devolver R$ 194 milhões em impostos.

(Eduardo Campos | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.