Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bovespa aponta baixa de 0,69%; dólar sobe 0,66%, para R$ 2,283

SÃO PAULO - Seguindo o sinal proveniente do mercado externo, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em baixa nesta quinta-feira, com os investidores colocando no bolso parte dos ganhos obtidos nos últimos quatro pregões. Por volta das 11h50, o Ibovespa perdia 0,66%, para 39.

Valor Online |

962 pontos, com giro financeiro em R$ 325 milhões.

Em Wall Street, o contorno do dia também é negativo e o pessimismo é garantindo por fracos resultados trimestrais. A montadora Ford reportou prejuízo de US$ 5,9 bilhões para o quarto trimestre. Com isso, teve seu pior ano em 105 anos de história, perdendo US$ 14,6 bilhões em 2008. Ainda assim, a empresa reiterou sua saúde financeira e disse que não precisa de ajuda do governo.

Os agentes também digerem os pedidos por bens duráveis, que recuaram 2,6% em dezembro. Também foi divulgado que 588 mil norte-americanos entraram com pedido por seguro-desemprego na semana passada, alta de 3 mil sobre a semana anterior.

No mercado de câmbio, o dólar volta a ganhar valor ante o real depois de cair mais de 1% para R$ 2,251. Há pouco, a moeda valia R$ 2,283 na venda, alta de 0,35%. A formação da Ptax (média das cotações que liquida os contratos futuros) garante maior instabilidade ao pregão.

De volta à Bovespa, Petrobras PN perdia 0,47%, para R$ 25,08. Há pouco, um erro de sistema levou o preço do papel para cima dos R$ 28, disparando mais de 14%. Segundo operadores de mercado, alguma ordem errada foi colocada e passou pelo sistema, mas a Bovespa já cancelou os negócios que teriam acontecido
Vale PNA recuava 1,15%, R$ 29,03. Os bancos também recuam, com a ação PN do Bradesco perdendo 1,42%, para R$ 21,39, e Itaú PN desvalorizava 1,30%, a R$ 24,16.

Destoando, Gerdau PN apresentava alta de 1,04%, a R$ 15,52, e Usiminas PNA ganhava 0,58%, a R$ 29,25. Hoje, a Nippon Steel elevou sua participação na Usiminas em 5,9% comprando ações que estavam em poder da Vale. A japonesa detém agora 29,2% da empresa.

Recuperando parte das perdas de ontem, Natura ON ganhava 2,72%, para R$ 20,35. E na ponta oposta, Cyrela ON, que ganhou mais de 10% ontem, caía 2,93%, a R$ 9,27.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG