SÃO PAULO - Os investidores seguem atuando na ponta vendedora na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). As ordens de venda se concentram nos carros-chefe que acompanham o preço das commodities no mercado externo.

Por volta das 12h50, o Ibovespa recuava 3,05%, para 40.314 pontos, com giro financeiro em R$ 822 milhões.

Segundo o economista-chefe da Gradual Corretora, Pedro Paulo Silveira, a bolsa brasileira acompanha o preço das commodities e, hoje, o petróleo é negociado abaixo dos US$ 40 o barril. Os metais também perdem valor.

De acordo com Silveira, não podemos esquecer que o mercado brasileiro vinha de uma seqüência importante de alta e, agora, devolve parte dessa valorização. Semana passada o Ibovespa ganhou 3,3%, acumulando ganho de mais de 10% em 2009.

Para o especialista, a correção não causa surpresa. O que fundamentou esse otimismo de início de ano foi a acentuada valorização no preço do petróleo, que chegou a subir 43% em poucas semanas. Agora, a matéria-prima devolve essa a alta e a Bovespa vem junto.

A relação com o preço da matéria-prima também é válida para a formação de preço do dólar, só que petróleo em baixa significa dólar em alta. Há pouco, a divisa era negociada a R$ 2,305 na venda, valorização de 1,45%.

Ainda de acordo com Silveira, a volatilidade continuará pautando os negócios em 2009. O cenário é muito ruim, com expectativa de redução no ritmo de atividade no mercado interno e menor crescimento econômico. Segundo o boletim Focus apresentado hoje pelo Banco Central, a mediana das expectativas dos agentes de mercado aponta para avanço de 2% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2009, contra estimativa anterior de 2,4%.

Dentro do Ibovespa, o papel PN da Petrobras liderava o volume com baixa de 4,29%, para R$ 24,31. Perda acentuada para Vale PNA, que valia R$ 27,27, ou queda de 3,40%. Entre as siderúrgicas, CSN ON desvalorizava 3,45%, a R$ 35,80, e Usiminas PNA caía 2,76%, para R$ 29,86.

Os bancos também perdem valor. Bradesco PN desvalorizava 0,95%, para R$ 23,91, Itaú PN caía 2,03%, a R$ 27,97. Destoando, Banco do Brasil ON ensaiava alta, avançando 0,37%, para R$ 15,94. Na sexta-feira, a estatal comprou 50% do Banco Votorantim por R$ 4,2 bilhões.

Destaque de alta para as ações da Eletrobrás. O papel ON ganhava 2,43%, a R$ 26,53, e o PNB subia 1,74%, a R$ 25,12. Ainda na ponta compradora, Telesp PN aumentava 0,32%, a R$ 42,98.

Em Wall Street, a semana também começa de forma negativa, com os agentes esperando os resultados trimestrais da Alcoa. Há pouco, Dow Jones perdia 0,66%, enquanto o Nasdaq recuava 0,75%. A fabricante de alumínio dá a largada na temporada de resultados trimestrais e as expectativas não são nada animadoras.

(Eduardo Campos | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.