Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas européias têm reação morna à decisão dos BCs

As principais bolsas européias tiveram uma reação morna, mas positiva, à ação coordenada de corte de juros realizada pelos bancos centrais da zona do euro (BCE), Reino Unido, Canadá, Suécia, Suíça, da China e dos Estados Unidos, que foi capaz de apenas diminuir as perdas registradas mais cedo. Às 9h (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,55%, para 4.

Agência Estado |

630,3 pontos, ante queda de 4,07% no início do dia. Na Bolsa de Paris, o índice CAC 40 recuava 0,06%, para 3729,84 pontos, em comparação a um declínio de 6,16% mais cedo. Em Frankfurt, o índice DAX perdia 0,91% a 5.278,23 pontos, ante baixa de 6,06% anteriormente.

"Isto era o que o mercado estava esperando. A medida não foi uma surpresa, mas está apontando para a direção certa", disse um operador de Frankfurt, acrescentando que o mercado a partir de agora ficará atento a Wall Street.

Os índices futuros de ações das Bolsas de Nova York apagaram as fortes perdas que registravam no início do dia e migraram para o território positivo, após a ação coordenada dos bancos centrais de todo o mundo, de cortar a taxa básica de juros de suas economias, numa tentativa de conter a crise no sistema financeiro global.

Os índices futuros, que no início da manhã recuavam entre 2% e 3%, chegaram a subir bem mais de 2% após a notícia, mas depois devolveram parte desses ganhos. Às 8h55 (de Brasília), o Nasdaq-100 futuro subia 1,76%, enquanto o futuro do S&P 500 avançava 2,01%.

Ações

No pré-mercado em Wall Street, as ações do Bank of America (BofA) caíam 6,4%, enquanto as da fabricante de alumínio Alcoa, que anunciou ontem queda de 52% de seu lucro trimestral, recuavam 3,6%.

Na Europa, as ações de mineradoras e siderúrgicas reagiram por um breve momento em alta à ação coordenada de bancos centrais, mas os papéis dessas companhias já devolveram os ganhos e retomaram a trajetória de queda que vinham registrando desde o início do dia.

Por volta das 9 horas (de Brasília), as ações da Rio Tinto caíam 2,3%; as da BHP Billiton cediam 1,83% e as da ArcelorMittal, 5,4%. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG