SÃO PAULO - As bolsas da Europa operam em alta nesta quinta-feira, impulsionadas principalmente pelo setor financeiro, que fica mais otimista com relação ao socorro do governo britânico às instituições com dificuldades. Apesar de apresentar um prejuízo de 24,1 bilhões de libras (US$ 34,2 bilhões) em 2008, as ações do Royal Bank of Scotland (RBS) apresentavam valorização neste pregão, com os investidores mais otimistas com relação ao plano, conhecido como Esquema de Proteção de Ativo do Tesouro. O governo britânico injetará 13 bilhões de libras no RBS em troca de ações, a fim de fortalecer o balanço da instituição.

Outra notícia que está mexendo com os mercados da região é a nomeação de um novo executivo-chefe para o UBS. Oswald Gruebel, ex-Credit Suisse, vai assumir o cargo na instituição.

Os balanços de companhias espanholas também melhoraram o humor dos investidores nesta sessão. A Telefónica anunciou há pouco um crescimento de 88,6% no lucro líquido nos três últimos meses de 2008, enquanto o lucro da petrolífera Repsol no quarto trimestre superou as estimativas de alguns analistas.

O índice londrino FTSE-100 há pouco operava em alta de 1,35% aos 3.901,13 pontos. O CAC-40, de Paris avançava 1,46%, aos 2.736,67 pontos, enquanto o DAX, de Frankfurt, subia 2,33%, aos 3.935,89 pontos.

(Vanessa Dezem | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.