Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas européias sobem com mineradoras

As principais bolsas européias operam em alta na manhã de hoje, sustentadas pelas mineradoras e pelos papéis de companhias de energia, já que o petróleo e os metais mantêm os ganhos de ontem. Às 8h40 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,82%, a de Frankfurt operava em alta de 0,3% e a de Paris avançava 0,63%.

Agência Estado |

A ações da maior siderúrgica do mundo, a ArcelorMittal, subiam mais de 3%, com o anúncio da aquisição da London Mining Brasil por US$ 764 milhões. Os papéis da London Mining, que controlava a London Mining Brasil, dispararam 33,9% após informar, paralelamente, que irá devolver US$ 427 milhões dos recursos da operação aos acionistas e também irá resgatar bônus, pagar pelos custos da transação e dar andamento a projetos existentes.

Em Londres, as ações da BHP Billiton avançavam 6,45% às 8h15 (de Brasília) e as da Rio Tinto subiam 7%. A mineradora francesa Eramet subia 5% e a Norsk Hydro, produtora norueguesa de alumínio, ganhava mais de 2%. A siderúrgica francesa Vallourec operava com valorização de mais de 4%. Os papéis da Royal Dutch Shell operavam em alta de 1,8% e da BP ganhavam 1,33%. As ações da francesa Total subiam mais de 2% e as da Galp Energia operavam em alta de mais de 4%.

Os papéis de bancos também operavam em alta, com investidores comprando ações excessivamente vendidas, como as do maior banco europeu, o HSBC, cujos papéis subiam 0,5%.

O setor de tecnologia também subia, depois de a fabricante de chips franco-italiana STMicroelectronics e a sueca Ericsson terem anunciado uma joint venture na área de microchips para telefonia sem fio.

Na Espanha, as ações da Ferrovial, detentora da maior operadora de aeroportos britânica, a BAA, subiam 0,4%, depois de a Comissão de Competição Britânica afirmar que a operadora deveria vender três de seus sete aeroportos, porque está próximo do monopólio. Em Londres, as ações da Ferrovial operavam em alta de mais de 3%. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG