LONDRES (Reuters) - As principais bolsas da Europa fecharam no vermelho nesta terça-feira, afetadas pelo declínio nos preços de petróleo e pela cautela ante a temporada de balanços que começou nos Estados Unidos.

O impacto da queda nas ações de bancos foi amenizado pelo ganho em papéis de varejistas de alto luxo e companhias de bebidas, após vendas fortes informadas pela LVMH, que valorizou-se 1,6 por cento.

LONDRES (Reuters) - As principais bolsas da Europa fecharam no vermelho nesta terça-feira, afetadas pelo declínio nos preços de petróleo e pela cautela ante a temporada de balanços que começou nos Estados Unidos.

O impacto da queda nas ações de bancos foi amenizado pelo ganho em papéis de varejistas de alto luxo e companhias de bebidas, após vendas fortes informadas pela LVMH, que valorizou-se 1,6 por cento.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações do continente, recuou 0,19 por cento, a 1.099,34 pontos, após oscilar da máxima de 1.102,76 pontos à mínima de 1.094,87 pontos durante a jornada.

O contrato futuro de petróleo em Nova York caía mais de 1 por cento nesta terça-feira, na quinta sessão seguida em baixa, influenciado por expectativas de que os relatórios sobre os estoques mostrarão nova alta na semana passada.

Total, ENI, BG e StatoilHydro cederam de 0,6 a 1,7 por cento.

Analistas disseram que investidores estão mais cautelosos ante os balanços do primeiro trimestre de companhias importantes, como a Intel, previsto para após o encerramento das operações em Wall Street.

"Nós estamos apenas começando a temporada de balanços dos EUA e pode ser que o mercado queira ver o quadro", disse Mike Lenhoff, estrategista chefe e diretor de pesquisa na Brewin Dolphin Securities, em Londres.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,28 por cento, a 5.761 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,32 por cento, para 6.230 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,46 por cento, para 4.031 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib encerrou em queda de 0,41 por cento, a 23.195 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou estabilidade, em 11.461 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve desvalorização de 0,37 por cento, para 8.268 pontos.

(Reportagem de Brian Gorman)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.