Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas européias oscilam e asiáticas sobem pouco após corte dos juros do Fed

As principais Bolsas de Valores da Europa abriram em alta, mas já estão operando em queda, um dia depois do anúncio de um corte histórico das taxas de juros nos Estados Unidos, que levou os mercados asiáticos a fecharem em alta moderada.

AFP |

Às 09H00 GMT, o índice Footsie 100 da Bolsa de Londres, que abriu em alta de 0,72%, perdia 0,47%, enquanto o Dax de Frankfurt caía 0,54% após ter começado o dia em alta de 0,82%.

A Bolsa de Paris, que subiu 1,64% na abertura, operava em queda de 0,28% uma hora depois.

As Bolsas européias fecharam com resultados positivos na terça-feira, em uma reação antecipada ao corte das taxas do Federal Reserve (Fed, banco central americano), cujo anúncio oficial foi feito após o fechamento dos mercados do velho continente.

O Fed anunciou na tarde de terça-feira um corte de sua principal taxa ao menor nível de sua história, com uma margem de flutuação de 0% a 0,25% (contra 1% anterior), e indicou que vai intervir em massa para comprar títulos nos mercados.

Este nível sem precedentes das taxas é destinado a enfrentar o bloqueio global do crédito e o Fed anunciou que adotaria ainda outras medidas para estimular o crédito e a atividade econômica.

O anúncio fez, no entanto, o dólar cair diante do euro e do iene, aumentando a preocupação dos mercados pela competitividade dos exportadores japoneses e europeus, que já enfrentam a violenta contração do comércio mundial.

Às 10H00 GMT, o euro era negociado a 1,4095 dólar em Londres. A moeda americana fechou a 88,42 ienes em Tóquio.

"A nova política do Fed dá medo", afirmou Philippe Waechter, analista da Natixis Asset Management. Para ele, isso pode indicar que a economia está quase sem nenhuma liquidez, "uma situação na qual a taxas de juros é muito baixa e o aumento da quantidade de moeda não atua com eficácia na atividade econômica".

Assim, a Bolsa de Tóquio fechou em leve alta de 0,52% nesta quarta-feira. Em Hong Kong, o ganho foi maior e o índice Hang Seng subiu 2,18%.

As outras praças da região Ásia-Pacífico fecharam com poucos ganhos: Seul subiu 0,7%, Shanghai 0,09%, Taipei 0,67%, Cingapura, 0,16%, Sydney 0,4% e Wellington 0,85%.

Sustentada pela decisão do Fed, a Bolsa de Nova York encerrou a sessão de terça-feira em forte alta: o Dow Jones ganhou 4,20% e a Nasdaq 5,41%.

bur-acc/lm/fp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG