Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas européias invertem rumo dos últimos dias e fecham em queda

SÃO PAULO - As bolsas européias fecharam em queda pela primeira vez em quatro pregões, prejudicadas pela percepção de que os ganhos das empresas continuarão se deteriorando com o aprofundamento da crise econômica. As mineradoras puxaram o desempenho negativo.

Valor Online |

Em Londres, o FTSE-100 caiu 2,45%, aos 4.190 pontos. O DAX, de Frankfurt, cedeu 2,01%, para 4.428 pontos. Em Paris, o CAC 40 encerrou com 3.009 pontos, com recuo de 2,15%.

As ações da BHP cederam 4,2% e as da Rio Tinto caíram 5,8% em Londres devido à desvalorização dos preços de metais nas bolsas internacionais. No setor farmacêutico, os papéis da AstraZeneca cederam 5,4% após reportar queda no lucro do último trimestre para US$ 1,25 bilhão.

A queda das vendas no varejo europeu em janeiro, pelo oitavo mês consecutivo, também deprimiu as operações. Levantamentos mostram que as principais empresas de capital aberto que já divulgaram balanço do quarto trimestre apresentaram resultado em média 39% menor do que o apurado um ano antes.

Além disso, as bolsas de Nova York também operam em baixa, influenciadas pelo recuo e 2,6% dos pedidos de bens duráveis nos EUA no mês de dezembro, mais um indicador que mostra a fraqueza da economia americana.

Leia tudo sobre: bolas europas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG