Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas européias fecham em alta após PIB dos EUA

As principais bolsas européias fecharam em alta nesta quinta-feira, impulsionadas pelo crescimento do PIB mais forte que o esperado dos EUA no segundo trimestre e recuperação das ações do setor bancário, segundo investidores e analistas. Sempre há uma boa alta de alívio quando aparecem alguns bons indicadores econômicos e o PIB dos EUA certamente deu assistência aos mercados hoje, disse Angus Campbell, chefe de vendas do Capital Spreads em Londres.

Agência Estado |

"É difícil dizer quanto tempo esta alta vai durar" e qualquer movimento adicional de alta provavelmente será alvo de liquidação, acrescentou.

Em Londres, o índice FT-100 subiu 1,32% e fechou com 5.601,2 pontos; em Paris, o índice CAC-40 avançou 2,02% e fechou com 4.461,49 pontos; em Frankfurt, o índice Xetra-Dax subiu 1,57% e fechou com 6.420,54 pontos. Em Milão, o índice S&P/MIB subiu 2,39% e fechou com 28.625 pontos; em Madri, o índice Ibex-35 avançou 1,59% e fechou com 11.662,60 pontos; em Lisboa, o índice PSI-20 subiu 1,13% e fechou com 8.555,41 pontos.

As ações européias reagiram em alta ao indicador, que reduziu os temores de que a maior economia do mundo possa cair em recessão. Em Paris, as ações do Credit Agricole dispararam 8,92%, apesar de ter anunciado uma queda de 94% no lucro líquido no segundo trimestre em virtude de baixas contábeis relacionadas à sua exposição as seguradoras de bônus (monoline). Os investidores reagiram menos positivamente aos resultados do quarto maior banco francês em valor de mercado, o Natixis, que anunciou um prejuízo de quase € 1 bilhão e confirmou os planos para construir uma estratégia de aversão ao risco adicional, depois de ter se tornado uma das maiores vítimas na França da crise de crédito. As ações do Natixis fecharam em baixa de 3,9%.

O banco italiano Intesa Sanpaolo impressionou o mercado com seu resultado, um aumento de 3% no lucro líquido do segundo trimestre em comparação com igual período do ano passado, sobre uma base ajustada. Em Milão, as ações do Intesa Sanpaolo subiram 6,25%.

A fabricante de bebidas Diageo informou que registrou um aumento de 9% no lucro operacional anual. Contudo, a companhia revisou em baixa sua previsão de lucro para o novo ano fiscal para refletir um ambiente global mais desafiador e crescente pressão nos custos. Em Londres. As ações da Diageo subiram 2,09%. As ações da Kazakhmys caíram 2,54% na Bolsa de Londres, depois que a mineradora do Casaquistão anunciou uma queda de 23,4% no lucro líquido no primeiro semestre, em virtude do declínio nas vendas de cobre o alta dos custos. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG