Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas européias fecham em alta à espera de pacote

As principais bolsas européias fecharam em alta, com os investidores à espera de novidades sobre a aprovação do pacote de US$ 700 bilhões arquitetado pelo governo americano para estabilizar o setor financeiro. Em Londres, o índice FTSE 100 subiu 2,2% para 5.

Agência Estado |

197,02 pontos. Na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 encerrou o dia com alta de 2,7% para 4.226,81 pontos e, em Frankfurt, o índice DAX 30 avançou 2% para 6.173,03 pontos. Em Moscou, o índice RTS foi exceção e recuou 0,79% para 1.304,99 pontos.

Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 encerrou o dia com alta de 0,7% para 8.235,77 pontos. As ações do banco BES subiram 5,8%, mas as do banco BPI recuaram 0,2%. Os papéis da EDP Renováveis subiram 3,7% com a aprovação pelo Senado americano de benefícios fiscais para os produtores de energia renovável. As ações da Portugal Telecom caíram 0,3% depois que o Banesto começou a cobertura das ações da empresa com recomendação "underweight" (abaixo da média do mercado).

As ações da companhia de energia portuguesa Galp fecharam com queda de 0,62%, perdendo os ganhos do início do dia, quando reagiram à notícia divulgada ontem à noite pela Petrobras. A Petrobras informou ontem que o consórcio que opera em conjunto com a Galp Energia (com participação de 20%) para exploração do bloco BMS- 24, em águas ultra profundas da Bacia de Santos, concluiu a perfuração do poço 1-BRSA- 559A-RJS (1-RJS-652A), localizados na área de Júpiter. Segundo o comunicado, as operações confirmam a ocorrência de uma grande jazida de gás natural e óleo leve no pré-sal - cuja descoberta foi anunciada em 21 de janeiro.

Em Madri, o índice IBEX-35 fechou com alta de 2,9%. Telefónica ganhou 3,9%, Repsol subiu 4,9% e Iberdrola subiu 5,2%. A Iberdrola Renovables ganhou 1,7% também sustentada pela aprovação pelo Senado americano de benefícios fiscais para os produtores de energia renovável.

O setor bancário, principal interessado no pacote do governo americano, teve um bom dia nas bolsas européias. UBS subiu mais de 4% diante dos rumores de que poderia ser comprado pelo HSBC Holdings. Uma fonte próxima ao assunto disse à Dow Jones que o HSBC não estaria interessado em adquirir bancos de investimentos. As ações do HSBC fecharam com alta hoje, depois de terem operado no vermelho a maior parte do dia. Ações de outros bancos também registraram alta, como as do Royal Bank Of Scotland, com alta acima de 5%, e do Santander, que subiram mais de 4%. As ações do banco belgo-holandês Fortis recuaram mais de 6% depois de terem registrado perdas de quase 20% diante dos temores com relação ao balanço da instituição. A companhia "negou com firmeza" os rumores sobre supostos problemas com liquidez da instituição que circulam no mercado. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG