Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas européias fecham com forte baixa, sob influência negativa de bancos e setor aéreo

SÃO PAULO - As bolsas européias fecharam o pregão do final da semana com forte baixa, movidas por preocupações em relação ao setor bancário, que poderia vir a reportar ainda mais perdas fiscais devido à crise no setor de crédito. Além disso, o alto patamar dos preços de petróleo continua afetando as ações do setor aéreo.

Valor Online |

O FTSE-100, em Londres, fechou com baixa 1,16%, para 5.412 pontos. Em Frankfurt, o DAX recuou 1,28%, para 6.272 pontos. Em Paris, o CAC 40 terminou aos 4.266 pontos, com queda de 1,02%.

Os analistas do setor avaliam que a cautela dos investidores em relação ao setor financeiro voltou a ficar em evidência. Um relatório do Goldman Sachs menciona que os bancos europeus podem ter de levantar mais 90 bilhões de euros para manter padrões de liquidez em níveis razoáveis em meio à crise creditícia.

O Royal Bank of Scotland viu suas ações cair 3,17% e, Londres. Os papéis do Barclays cederam 4,45% e os do Bank of Ireland declinaram 6,09%, ambos no mercado londrino. O banco Santander teve sua recomendação rebaixada pelo Goldman Sachs, de compra para neutro e registrou queda de 5,26% em seus papéis listados em Londres.

Dentre as ações de empresas do setor aéreo, as da British Airways fecharam em queda de 5,7% e as da Air France perderam 1,7%. No mercado alemão as ações da Lufthansa perderam 1,5%. Os custos no segmento estão colocando em risco os ganhos dessas companhia, devido à escalada do petróleo.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia mais sobre bolsa de valores

Leia tudo sobre: bolsa de valores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG