Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas dos EUA tiveram perdas ontem por dados de empresas

SÃO PAULO - Resultados corporativos aquém do esperado pelo mercado devolveram o mau-humor aos pregões em Wall Street. Os principais indicadores acionários tiveram forte queda, provocada pela desvalorização de ações de empresas que informaram ganhos ou previsões abaixo do previsto pelos analistas.

Valor Online |

O Dow Jones diminuiu 2,5%, aos 9.033,66 pontos. O Nasdaq fechou com baixa de 4,1%, em 1.696,68 pontos. O S & P 500 teve decréscimo de 3,1%, somando 955,05 pontos.

O recuo do Nasdaq Composite, mais acentuado que o dos outros índices, foi diretamente influenciado pela queda de 6,3% nas ações da Texas Instruments e de 17% nas da Sun Microsystems. A primeira viu o lucro cair 27% no terceiro trimestre, para US$ 563 milhões, e fez projeções fracas para o resultado do quarto trimestre. A segunda anunciou que pode depreciar o valor contábil de ativos intangíveis e que deverá fechar o trimestre com prejuízo líquido de US$ 0,25 a US$ 0,35 por ação.

A indústria química DuPont teve lucro 30% menor no terceiro trimestre, de US$ 367 milhões, devido à demanda mais fraca nos Estados Unidos e Europa. Seus papéis declinaram 8%.

As ações da Caterpillar cederam 5%. O lucro trimestral da fabricante de tratores e equipamentos para construção diminuiu 6%, para US$ 868 milhões, pressionado pelo aumento de custos de matérias-primas.

No setor financeiro, o destaque negativo coube ao Citigroup, cujos papéis perderam 6%. Relatório do Goldman Sachs mostrou que o Citi pode não ter lucro até o fim do ano que vem por causa da crise no ambiente de crédito.

Na Europa, as bolsas encerraram a sessão sem direção comum. Os agentes dirigiram suas atenções para balanços e projeções financeiras das empresas e mostraram suas preocupações com a perda de dinamismo econômico e o impacto disso nos números corporativos.

Em Londres, o FTSE-100 perdeu 1,24%, somando 4.229,73 pontos. O CAC-40, de Paris, aumentou 0,78%, aos 3.475,40 pontos. Em Frankfurt, o DAX apresentou queda de 1,05%, para 4.784,41 pontos.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG