Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas dos EUA fecham com forte alta no dia da eleição

O mercado norte-americano de ações apresentou forte alta hoje com o índice Dow Jones fechando no nível mais alto desde 6 de outubro e o S&P-500 acima dos 1.000 pontos pela primeira vez desde 14 de outubro.

Agência Estado |

O S&P acumula alta de 18% desde quinta-feira, quando terminou o dia na mínima do ano, em 849 pontos. Em termos porcentuais, as altas de hoje do Dow e do S&P-500 foram as maiores num dia de eleição desde a primeira vez em que a Bolsa de Nova York abriu em dia de votação, em 1984.

O índice Dow Jones fechou em alta de 305,45 pontos (3,28%), em 9.625,28 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 53,79 pontos (3,12%), em 1.780,12 pontos. O S&P-500 subiu 39,45 pontos (4,08%), para fechar em 1.005,75 pontos. Segundo o estrategista Ryan Detrick, da Schaeffer's Investment Research, a eleição nos Estados Unidos "vai aliviar uma grande incerteza". "Uma vez que o resultado saia, nós poderemos começar a focalizar a economia, de uma maneira geral, e se todo o remédio do Fed está funcionando", afirmou.

Das 30 componentes do Dow, 29 ações fecharam em alta e apenas uma em queda - Hewlett-Packard, em baixa de 0,96%. O destaque positivo foi General Electric, com alta de 7,62%, depois de o Wall Street Journal informar que o Departamento do Tesouro deverá ampliar a gama de empresas beneficiárias do programa de aquisição de ativos "problemáticos" - a GE é vista como uma das empresas que deverão ser beneficiadas.

As ações do setor de petróleo subiram em reação à alta dos preços do produto. As da ExxonMobil fecharam positivas em 4,31% e as da Chevron, em alta de 6,11%. No setor financeiro, as ações da American Express subiram 5,30%, depois que a rival MasterCard divulgar o balanço do terceiro trimestre (as ações da empresa subiram 18,31%). As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG