Tamanho do texto

NOVA YORK - Os principais índices de ações norte-americanos desabaram para o menor patamar em três anos nesta quarta-feira, à medida que o socorro à seguradora AIG falhou em acalmar a crise de confiança nos mercados globais, deixando os bancos temerosos em emprestar recursos uns aos outros. Os investidores preocupavam-se sobre quem poderia ser a próxima vítima da crise global de crédito, motivando uma venda generalizada de ações de instituições financeiras. Essa venda levou os três maiores índices de ações dos Estados Unidos a fecharem em queda de mais de 4%. O índice financeiro da S&P despencou 9%.

As ações dos dois últimos bancos de investimento norte-americanos independentes, Morgan Stanley e Goldman Sachs recuaram acentuadamente.

De acordo com dados preliminares, o índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 4,06%, para 10.609 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 4,94%, para 2.098 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 4,71%, para 1.156 pontos.

(Reportagem de Steven C. Johnson)