SÃO PAULO - Parte dos mercados europeus trabalhava no terreno positivo minutos atrás. Influenciavam nas atividades os papéis de bancos e empresas de petróleo.

Rumores de que o governo do presidente americano Barack Obama estaria estudando medidas para ajudar no pagamento de hipotecas de proprietários de casas em dificuldades mexe com os ânimos dos investidores.

Por ora, os agentes deixaram de lado a notícia de retração de 1,5% na economia da zona do euro entre outubro e dezembro do ano passado.

Minutos atrás, o londrino FTSE-100 declinava 0,48%, aos 4.182,07 pontos. Em Paris, no entanto, o CAC-40 aumentava 1,23%, aos 3.000,86 pontos. O DAX, de Frankfurt, ganhava 0,26%, para 4.418,83 pontos.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.